29 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

MTR Solar espera aumentar em 60% as vendas de estruturas para usinas solares em 2024

Objetivo é atingir 2 GWp instalados, superando os 2,5 GWp comercializados em 2023

Autor: 8 de dezembro de 2023janeiro 13th, 2024Mercado
3 minutos de leitura
MTR Solar espera aumentar em 60% as vendas de estruturas para usinas solares em 2024

Visão da fábrica da MTR Solar, em Juiz de Fora, Minas Gerais. Imagem: Divulgação/MTR

A MTR Solar comemora mais um ano positivo no Brasil. Em 2023, a fabricante de trackers e estruturas para usinas solares de grande porte (acima de 500 kWp) atendeu mais de 450 empreendimentos, somando um volume comercializado de 1,5 GWp, crescimento de 45% em relação ao resultado de 2022.

Segundo a empresa, o desempenho das vendas reflete a crescente demanda por energia renovável e os esforços do Brasil para reduzir a dependência de fontes fósseis. Para 2024, a MTR Solar espera um crescimento acima dos 60% na comercialização de equipamentos, ultrapassando os 2 GWp instalados.

O mercado de energia solar brasileiro tem tido um aumento significativo nos últimos anos. Cálculos da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar) apontavam que o parque solar brasileiro deveria crescer cerca de 10 GW em 2023, aumento de 42,4%, atingindo 34 GW.

Destes, 23,8 GW seriam provenientes da geração distribuída e 12,4 GW da geração centralizada. No entanto, as previsões foram superadas, pois, até outubro, o país já somava 34,8 GW, sendo 24,4 GW em GD e 10,4 GW em GC.

Em 2024, a entidade projeta uma adição de 9,3 GW, chegando a um total de 45 GW instalados no Brasil, o que representará um aumento de 25% em relação aos 36 GW que devem ser alcançados em 2023. Caso a previsão se confirme, serão atraídos R$38,9 bilhões em novos investimentos.

“Com a retomada do crescimento econômico e a estabilização dos mercados, é esperado que haja um aumento na demanda por energia limpa, o que pode impulsionar o setor de energias renováveis. A energia solar tem se mostrado uma opção viável e sustentável para a produção de eletricidade, e as usinas solares têm se expandido por todo o Brasil. Com a estabilização da economia brasileira, é provável que haja um aumento nos investimentos em infraestrutura para a produção de energia solar no país onde a China tem sido um dos principais players no mercado de energia solar, tanto em termos de produção quanto de consumo”, ressalta Thiago Rios, CEO da MTR Solar.

De acordo com CO-CEO da MTR Solar, Maurício Barros, a empresa está otimista com o crescimento do mercado de energia solar nos próximos anos. “A empresa espera continuar sua expansão nos próximos anos, buscando novas oportunidades de negócios e estabelecendo parcerias estratégicas para oferecer aos clientes as melhores soluções solares disponíveis no mercado. Também temos um grande diferencial para atender às necessidades dos clientes que é a fabricação própria de alguns equipamentos para usinas solares em nossas duas fábricas em Juiz de Fora/MG”.


As opiniões e informações expressas são de exclusiva responsabilidade do autor e não obrigatoriamente representam a posição oficial do Canal Solar.

Wagner Freire

Wagner Freire

Wagner Freire é jornalista graduado pela FMU. Atuou como repórter no Jornal da Energia, Canal Energia e Agência Estado. Cobre o setor elétrico desde 2011. Possui experiência na cobertura de eventos, como leilões de energia, convenções, palestras, feiras, congressos e seminários.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.