Julho 04, 2020

Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Image
Image

Módulos fotovoltaicos com células dopadas com gálio são lançados no Brasil

A fabricante LONGi lançou nesta segunda-feira (29) módulos com células do tipo P, dopadas com gálio. O modelo, denominado HI-MO 5, possui potência nominal de 540 W e eficiência maior de 21%.

Segundo a empresa, o módulo possui dimensões físicas de 2.256 mm x 1.133 mm e foi projetado para aplicações em grande escala, sobretudo em geração centralizada. 

A companhia destacou ainda que eles contam com a tecnologia de soldagem patenteada pela empresa Smart Soldering, que permite um aumento da eficiência em cerca de 0,03%.

“O produto mais valioso é aquele que nossos parceiros e clientes precisam. Criar desde o início um módulo de alta potência que atenda aos requisitos dos clientes é a inspiração por trás do Hi-MO 5. O valor da inovação está nas aplicações, e estamos ansiosos para fornecer valor, maior potência e menor LCOE (Custo Nivelado de Energia) para nossos parceiros e clientes globais”, ressaltou Dennis She, vice-presidente global da LONGi.

29-06-20-Módulos_fotovoltaicos_com_células_do_tipo_P.jpegO módulo da LONGi possui potência nominal de 540 W e eficiência maior de 21%

De acordo com a LONGi, os pedidos do produto já foram realizados. “Algumas empresas do segmento já confirmaram a utilização dos módulos em projetos, como a Solattio que já tem parceria firmada com a LONGi e pretende aplicar o HI-MO 5 em seus projetos futuros”, comentou a companhia.

A empresa disse que o módulo Hi-MO 5 estará disponível para compra no Brasil até o fim deste ano.

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Terça, 30 Junho 2020 08:34
Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Experiência como produtor, repórter e apresentador em diferentes veículos de comunicação: mídia impressa, online e televisiva.

© 2019-2020 Canal Solar | www.canalsolar.com.br