18 de agosto de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5,61GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 12,3W

Nove em cada dez sistemas de GD solar no Brasil são de pessoas físicas

Popularização da solar junto aos consumidores residenciais ajuda a explicar a maior adesão em relação as pessoas jurídicas

Autor: 19 de julho de 2022agosto 17th, 2022Indicadores
Nove em cada dez sistemas de GD solar no Brasil são de pessoas físicas

Volume de sistemas FV residenciais ajudam a explicar a diferença nos números. Foto: Envato Elements

Aproximadamente nove em cada dez sistemas de micro e minigeração distribuída no Brasil são provenientes de instalações realizadas por pessoas físicas, segundo informações da plataforma de dados da Suney.

Dos cerca de 1,36 milhão de sistemas conectados à rede, mais de 1,15 milhão (87,4%) são de consumidores que utilizaram o CPF para aquisição de painéis fotovoltaicos, enquanto apenas 167,5 mil (12,6%) foram de pessoas jurídicas, a partir do CNPJ.

Carlos Bouhid, CEO da Suney, destaca que a diferença nos números pode ser explicada, sobretudo, por causa da popularização dos sistemas fotovoltaicos junto aos consumidores residenciais. 

“O número de unidades consumidoras residenciais é substancialmente superior ao número de unidades consumidoras comerciais e industriais. Friamente, essa poderia ser a explicação mais direta”, avalia ele. 

“No entanto, há também outros fatores que devemos levar em consideração, como o preço da energia elétrica residencial e a falta de alternativas para redução dos custos com energia”, ressalta Bouhid.

Dados sobre geração distribuída solar no Brasil. Fonte: Suney/ Reprodução

Atualmente, quase 75% dos sistemas instalados no segmento de GD solar no Brasil (pouco mais de 1,01 milhão) são residenciais. Já os estabelecimentos comerciais e industriais – onde, costumeiramente, se usa o CNPJ para aquisição da tecnologia – há somente 222,7 mil sistemas em operação. 

Outro fator que explica a adesão das pessoas físicas à energia solar são as maiores facilidades para obtenção de financiamentos junto a bancos, como Santander e Caixa Econômica Federal, e outras instituições. 

A própria Suney, empresa responsável pelo estudo, por exemplo, oferece crédito para o financiamento de sistemas de pequeno e médio porte, com taxas a partir de 1,5% ao mês e liberação em 24 horas.

 

Henrique Hein

Henrique Hein

Coordenador da Revista Canal Solar. Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.