28 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,84GW

ONU pede ação urgente para evitar crise hídrica no mundo

Expectativa é que o número de pessoas com acesso inadequado à água chegue a 5 bilhões em 2050

Autor: 8 de outubro de 2021dezembro 28th, 2021Mundo
ONU pede ação urgente para evitar crise hídrica no mundo

De acordo com relatório da Agência, a mudança climática tem causado cada vez mais eventos em extremos opostos: enchentes e secas

A OMM (Organização Meteorológica Mundial), agência especializada da ONU (Organização das Nações Unidas), está pedindo ação urgente para melhorar a gestão dos serviços de água e “aumentar os investimentos nesta commodity preciosa”.  

A Agência lançou, nesta terça-feira (5), o relatório “O Estado dos Serviços Climáticos 2021: Água”. De acordo com o documento, a mudança climática tem causado cada vez mais eventos em extremos opostos: enchentes e secas.

Desde 2000, por exemplo, houve aumento de 134% dos desastres ligados a enchentes, enquanto a duração das secas aumentou 29%. Segundo a OMM, o número de pessoas sofrendo com essas situações apenas aumenta, enquanto a gestão, a previsão do tempo e os sistemas de alerta ainda são inadequados. 

Petteri Taalas, secretário-geral da OMM, declarou que a alta das temperaturas está causando mudanças nos padrões de chuvas e nas temporadas agrícolas. Com isso, apontou que o impacto para a segurança alimentar e saúde humana é muito grande. Taalas lembrou ainda que eventos extremos do clima ligados à água, como enchentes excessivas no Japão, na China, na Indonésia e no Nepal têm sido cada vez mais constantes. 

Leia mais: Setor elétrico reage aos “jabutis” de R$ 46,5 bi na MP da crise hídrica

Europa e África  

O executivo ressaltou também que na Europa, cheias “catastróficas” causaram muitas mortes e destruição de propriedades. “Ao mesmo tempo, a falta de água continua sendo um enorme problema em vários países, principalmente na África”. 

Ao total, mais de 2 bilhões de pessoas no mundo sofrem com a falta de acesso à água potável e ao saneamento adequado. Portanto, ele foi enfático ao afirmar que o mundo precisa acordar para a iminente crise de recursos hídricos. Dados do relatório mostram que em 2018, 3,6 bilhões de pessoas enfrentaram acesso inadequado à água por pelo menos um mês no ano. Mas até 2050, a expectativa é de que 5 bilhões sejam afetadas. 

Água potável e saneamento

Nos últimos 20 anos, a reserva de água territorial, ou seja, a quantidade obtida com umidade nos solos, no gelo e na neve, diminuiu cerca de 1 cm por ano. Segundo o estudo, as principais perdas ocorreram na Antártida e na Groenlândia.  

A OMM revela que a situação é ainda pior, pois apenas 0,5% da água na Terra está fresca e pronta para o consumo. Com isso, o mundo está muito atrás do prazo para alcançar o ODS (Objetivo de Desenvolvimento Sustentável) 6 da ONU, que prevê acesso a recursos hídricos e ao saneamento para todos. 

ecori-retangular
Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.