23 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,6GW

Painéis full-screen aumentam em 8,2% a geração de energia de fábrica

Zhongyi Electric Power, localizada na China, instalou uma usina solar com módulos da DAH Solar

Autor: 2 de dezembro de 2022Mundo
2 minutos de leitura
Painéis full-screen aumentam em 8,2% a geração de energia de fábrica

Fábrica de módulos fotovoltaicos da DAH Solar, na China. Foto: Reprodução

A usina solar de 1,04 MW da Zhongyi Electric Power, fabricante de aparelhos elétricos e eletrônicos, localizada na China, obteve um aumento na geração de energia em 8,2% com a utilização de módulos full-screen da DAH Solar.

“A planta foi ligada com sucesso à rede, o que constitui um marco para a companhia, uma vez que vão utilizar energia limpa para as suas atividades de produção. Isto poderia poupar despesas de eletricidade para a empresa contribuir para o ‘Carbon Peaking’ e a ‘Carbon Neutrality’”, destacou a DAH em nota.

Atualmente, a Zhongyi Electric Power possui duas fábricas que cobrem uma área total de telhado de quase 70.000 m², e a despesa anual em energia é de cerca de 200 mil euros.

“A central fotovoltaica com painéis full-screen pode fornecer 1,2 milhões de kWh de energia por ano, utiliza eficazmente os recursos solares no telhado e pode alimentar a sua própria atividade de produção”, ressaltaram.

Comparativo

A fim de permitir aos clientes comparar a produção de energia dos painéis full-screen e dos regulares numa perspectiva precisa, foram selecionados módulos na mesma versão (182mm/72 peças), na mesma potência (540 W), na mesma quantidade e no mesmo inversor (100 kW).

De acordo com os dados da central em outubro, a planta com placas full-screen gerou mais de 70.000 kWh em apenas 21 dias. Com a acumulação contínua de poeira no fundo dos módulos regulares, espera-se que as diferenças de geração de energia entre estas duas estações sejam ainda maiores.

Segundo a DAH Solar, a razão pela qual o módulo full-screen pode ter um aumento de geração de energia é principalmente devido ao desenho estrutural único. A parte frontal da placa não possui moldura visível, o que evita o acúmulo de sujeira e reduz o risco de pontos quentes, melhora a capacidade de drenagem de água e reduz a perda de eletricidade.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.