Pesquisadores egípcios desenvolvem técnica para resfriamento de painéis solares

Os cientistas aplicaram várias misturas de seus componentes químicos a um sistema fotovoltaico policristalino
1 minuto(s) de leitura

Pesquisadores do Egito propuseram uma técnica de resfriamento passivo para painéis solares com base no uso de água e uma mistura de óxido de alumínio e hexa-hidrato de cloreto de cálcio. Segundo o estudo, realizado pela Benha University, o desempenho ideal foi observado com uma solução de 75% de água.

“Os materiais de mudança de fase – compostos que podem armazenar energia térmica e ajudar a estabilizar a temperatura – podem absorver ou liberar grandes quantidades de calor ‘latente’ quando passam por uma mudança em seu estado físico, como durante o derretimento e o congelamento”, afirmou a pesquisa.

Os cientistas aplicaram várias misturas de seus componentes químicos a um sistema fotovoltaico policristalino de 50 kW e compararam o desempenho durante os meses de verão no Cairo com o de um painel não tratado.

“A aplicação do sistema de resfriamento proporciona uma queda perceptível na temperatura das células em comparação com o painel não refrigerado”, concluiu a equipe egípcia.

As descobertas da pesquisa foram publicadas na revista Renewable Energy e no site ScienceDirect.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal