28 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,83GW

Pesquisadores egípcios desenvolvem técnica para resfriamento de painéis solares

Os cientistas aplicaram várias misturas de seus componentes químicos a um sistema fotovoltaico policristalino

Autor: 11 de maio de 2020outubro 3rd, 2020Mundo
Pesquisadores egípcios desenvolvem técnica para resfriamento de painéis solares

Pesquisadores do Egito propuseram uma técnica de resfriamento passivo para painéis solares com base no uso de água e uma mistura de óxido de alumínio e hexa-hidrato de cloreto de cálcio. Segundo o estudo, realizado pela Benha University, o desempenho ideal foi observado com uma solução de 75% de água.

“Os materiais de mudança de fase – compostos que podem armazenar energia térmica e ajudar a estabilizar a temperatura – podem absorver ou liberar grandes quantidades de calor ‘latente’ quando passam por uma mudança em seu estado físico, como durante o derretimento e o congelamento”, afirmou a pesquisa.

Os cientistas aplicaram várias misturas de seus componentes químicos a um sistema fotovoltaico policristalino de 50 kW e compararam o desempenho durante os meses de verão no Cairo com o de um painel não tratado.

“A aplicação do sistema de resfriamento proporciona uma queda perceptível na temperatura das células em comparação com o painel não refrigerado”, concluiu a equipe egípcia.

As descobertas da pesquisa foram publicadas na revista Renewable Energy e no site ScienceDirect.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.