19 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,5GW

PL 2703/2022 tem relator designado no Senado

Expectativa do setor de energia solar é que o projeto possa ser votado nesta quarta-feira (14)

Autor: 12 de dezembro de 2022Política
2 minutos de leitura
PL 2703/2022 tem relator designado no Senado

PL 2703/22 tem relator designado no Senado Federal

O senador Carlos Fávaro (PSD-MT) será o relator responsável pelo estudo e apresentação, em Plenário, do PL 2703/22 – que prevê ampliar para 18 meses o prazo para a entrada das novas regras de compensação de energia definidas na Lei 14.300.

Na última terça-feira (6), o projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados com 260 votos a favor e 83 contra. Caso também seja aprovado pelo Senado, o texto será encaminhado para sanção presidencial. 

Nesta segunda-feira (12), inclusive, a proposta foi colocada na pauta para votação desta quarta-feira (14), dando indícios de que o texto pode vir a ser votado.  Confira a Ordem do Dia, clicando aqui.

PL 2703 na Pauta do Dia desta quarta-feira (14).

A colocação da matéria na pauta de votações foi assegurada pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), após pedido feito por Fávaro (PSD-MT).

“Fiz o pedido ao presidente Rodrigo Pacheco e ele, sempre disposto a ouvir as demandas da sociedade, entendeu a importância do projeto, sobretudo porque gera energia limpa e renovável, e se comprometeu a trabalhar pela votação do PL”, destacou Fávaro.

Vale lembrar, que o PL 2703 tem até o dia 22 de dezembro para ser votado no Senado, por causa do período de recesso dos parlamentares brasileiros.

PL 2703

O projeto nasceu em julho deste ano na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados, pelas mãos do deputado Celso Russomanno (Republicanos-SP).

O documento foi elaborado com a contribuição de micro e minigeradores, que apresentaram queixas contra o atendimento prestado pelas distribuidoras de energia aos consumidores de energia solar.

Segundo o documento, os consumidores teriam sido prejudicados durante o ano de 2022 com uma série de barreiras impostas pelas distribuidoras para instalação de sistemas fotovoltaicos.

O documento também afirma que, por causa disso, estas empresas não estariam cumprindo a lei vigente com argumento de falta de regulamentação pela ANEEL.

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.