7 de maio de 2021

Carrinho

Projeto de eficiência energética beneficiará 350 mil pessoas em Pernambuco

Parque de iluminação de Petrolina terá economia de 50% de energia com a troca das luminárias por tecnologia LED

Autor: 20 de abril de 2021Setor Elétrico
Projeto de eficiência energética beneficiará 350 mil pessoas em Pernambuco

A ENGIE anunciou que realizou a assinatura de um contrato de PPP (Parceria Público-Privada) com a prefeitura de Petrolina (PE) para operar o parque de iluminação da cidade.

A empresa, que conta com apoio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social) para a implantação do projeto, terá o compromisso de substituir as 37 mil luminárias por equipamentos de LED em um período de 12 meses. 

O contrato tem prazo de 20 anos e prevê a modernização, expansão e manutenção da infraestrutura de iluminação do município, beneficiando cerca de 350 mil pessoas.  

Além da substituição de luminárias, a ENGIE vai implantar um Centro de Controle Operacional e sistemas de gestão nas principais vias públicas de Petrolina, com o objetivo de economizar pelo menos 50% da energia consumida.

Eficiência energética

A companhia também ressaltou que irá construir sistemas inteligentes de operação e monitoramento remoto para iluminação de realce e destaque das vias públicas mais importantes da cidade, bem como investir em um projeto de iluminação de monumentos e pontos turísticos de Petrolina.

“O programa vai trazer diversos benefícios como a promoção do turismo e da atividade econômica local, mais segurança e uma melhor qualidade de vida”, destacou Leonardo Serpa, diretor-presidente da ENGIE Soluções. 

“O nosso propósito é agir para acelerar a transição para um mundo neutro em carbono, por meio do consumo reduzido de energia e de soluções mais sustentáveis. E essa aceleração passa, obrigatoriamente, pela transformação dos centros urbanos”, apontou.

Para Serpa, a iluminação pública representa uma porta de entrada ao desenvolvimento de cidades inteligentes no Brasil. “Isso porque a infraestrutura dedicada à mesma, quando concedida por meio de um contrato de PPP, pode servir de base para agregar serviços inteligentes”, concluiu.. 

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Experiência como produtor, repórter e apresentador em diferentes veículos de comunicação: mídia impressa, online e televisiva.

Comentar