26 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.99GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Projeto de eficiência energética beneficiará 350 mil pessoas em Pernambuco

Parque de iluminação de Petrolina terá economia de 50% de energia com a troca das luminárias por tecnologia LED

Autor: 20 de abril de 2021Setor Elétrico
Projeto de eficiência energética beneficiará 350 mil pessoas em Pernambuco

A ENGIE anunciou que realizou a assinatura de um contrato de PPP (Parceria Público-Privada) com a prefeitura de Petrolina (PE) para operar o parque de iluminação da cidade.

A empresa, que conta com apoio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social) para a implantação do projeto, terá o compromisso de substituir as 37 mil luminárias por equipamentos de LED em um período de 12 meses. 

O contrato tem prazo de 20 anos e prevê a modernização, expansão e manutenção da infraestrutura de iluminação do município, beneficiando cerca de 350 mil pessoas.  

Além da substituição de luminárias, a ENGIE vai implantar um Centro de Controle Operacional e sistemas de gestão nas principais vias públicas de Petrolina, com o objetivo de economizar pelo menos 50% da energia consumida.

Eficiência energética

A companhia também ressaltou que irá construir sistemas inteligentes de operação e monitoramento remoto para iluminação de realce e destaque das vias públicas mais importantes da cidade, bem como investir em um projeto de iluminação de monumentos e pontos turísticos de Petrolina.

“O programa vai trazer diversos benefícios como a promoção do turismo e da atividade econômica local, mais segurança e uma melhor qualidade de vida”, destacou Leonardo Serpa, diretor-presidente da ENGIE Soluções. 

“O nosso propósito é agir para acelerar a transição para um mundo neutro em carbono, por meio do consumo reduzido de energia e de soluções mais sustentáveis. E essa aceleração passa, obrigatoriamente, pela transformação dos centros urbanos”, apontou.

Para Serpa, a iluminação pública representa uma porta de entrada ao desenvolvimento de cidades inteligentes no Brasil. “Isso porque a infraestrutura dedicada à mesma, quando concedida por meio de um contrato de PPP, pode servir de base para agregar serviços inteligentes”, concluiu.. 

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.