18 de agosto de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5,61GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 12,3W

Rio de Janeiro firma acordo para viabilizar projetos de hidrogênio verde

Estado assinou Memorando de Entendimento com a White Martins para alavancar geração da fonte

Autor: 30 de junho de 2022Tecnologia e P&D
Rio de Janeiro firma acordo para viabilizar projetos de hidrogênio verde

"O hidrogênio verde é considerado o combustível do futuro", diz Cláudio Castro

O governo do Rio de Janeiro assinou, nesta terça-feira (28), com a White Martins, um MoU (Memorando de Entendimento) para viabilizar a produção de H2V (hidrogênio verde) no estado.

De acordo com a Pasta, o acordo prevê o trabalho em parceria e a articulação junto a instituições de governo, empresas, agências de fomento, sociedade civil e agências reguladoras, entre outras, para alavancar a geração da fonte em território fluminense.

“O hidrogênio verde, que é 100% sustentável, é considerado o combustível do futuro e inseri-lo na matriz fluminense é estratégico não só pelos benefícios ao meio ambiente, mas também pela possibilidade de contribuir para transformar a qualidade de vida da população a partir da redução de custos”, afirmou o governador Cláudio Castro.

Segundo Cássio Coelho, secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, o Rio de Janeiro vem criando mecanismos de apoio e incentivo para implementar tais projetos.

“Trata-se de uma fonte que é considerada a próxima fronteira energética e uma alternativa para a descarbonização da economia no estado”, ressaltou Coelho.

Leia mais

Rio de Janeiro terá 1ª planta de geração de hidrogênio verde

Para Gilney Bastos, presidente da White Martins, o fato de a Linde, controladora da companhia, já dominar tecnologias em todas as etapas da cadeia produtiva do hidrogênio verde, coloca a White Martins em uma posição estratégica para este tipo de empreendimento.

“Temos uma equipe dedicada ao desenvolvimento de negócios na área de hidrogênio verde trabalhando de forma integrada com os centros de pesquisa e engenharia da Linde. Esta é uma área estratégica para a empresa, que está apta a investir em projetos de H2V no Rio de Janeiro e em todo o Brasil”, enfatizou.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.