27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Projetos inovadores buscam impulsionar hidrogênio verde no Brasil

A CTG Brasil e o SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) selecionaram três projetos dos 31 que se inscreveram na Chamada Pública – Missão Estratégica Hidrogênio Verde, cujo objetivo é impulsionar soluções inovadoras capazes...
Autor: 28 de fevereiro de 2022Tecnologia e P&D
Projetos inovadores buscam impulsionar hidrogênio verde no Brasil

Hidrogênio verde é produzido pela eletrólise da água, usando renováveis. Foto: reprodução

A CTG Brasil e o SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) selecionaram três projetos dos 31 que se inscreveram na Chamada Pública – Missão Estratégica Hidrogênio Verde, cujo objetivo é impulsionar soluções inovadoras capazes de gerar negócios.

Após análise técnica, foram escolhidas as propostas: Distrito Industrial Verde; Produção e Armazenamento de Energia Solar em H2 e Aplicações em Mobilidade; e Conversor CC-CC Multiportas e Sistema IoT Inteligente de Gestão de Energias.

A chamada pública recebeu inscritos de 13 estado: Paraná, Santa Catarina, Ceará, Rio Grande do Norte, Amapá, Mato Grosso do Sul, Bahia, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Espírito Santo e São Paulo.

Foram R$ 183,7 milhões em propostas, valor 10 vezes maior que o previsto no edital (R$ 18 milhões), e os temas se concentraram principalmente na produção do chamado “combustível do futuro”.

Agora, os três projetos selecionados entram em fase de identificação, seleção de potenciais parceiros internacionais para o desenvolvimento das ideias e ajustes para a fase final de contratação. O prazo de execução é de até 48 meses a partir da assinatura do contrato.

“O H2V (hidrogênio verde) é o futuro e o Brasil já é visto como sendo um importante player desse mercado. A parceria com a CTG Brasil é fundamental para o desenvolvimento de novas tecnologias em energias renováveis, promovendo conexão com pesquisadores da Europa e China, acelerando as rotas tecnológicas no país”, ressaltou Rafael Lucchesi, diretor nacional do SENAI.

Segundo Silvio Scucuglia, diretor de Estratégia e Desempenho Empresarial da CTG Brasil o H2V, alinhado a estratégia de crescimento em fontes renováveis, irá apoiar a geração de negócios sustentáveis para segmentos como mobilidade, indústria e agro.

Leia mais

1º projeto

O Distrito Industrial Verde prevê o desenvolvimento de uma plataforma comercial para mapear e comercializar hidrogênio verde. A transação e produção é certificada por meio de um projeto-piloto, que garante a produção desta tecnologia a partir de fontes renováveis por meio de um selo de registro de rastreamento e garantia da origem.

De acordo com as empresas, o Porto de Suape, em Pernambuco, possui condições logísticas e industriais favoráveis para testar tal programa. Além de contar com uma planta de produção de H2V (em construção), possui uma série de indústrias consumidoras de hidrogênio que apresentam em seu direcionamento estratégico a descarbonização das atividades. A proposta prevê a geração de renda com a aplicação de taxas por transação.

2º projeto

A Produção e Armazenamento de Energia Solar em H2 e Aplicações em Mobilidade vai integrar uma micro rede e uma usina fotovoltaica à capacidade de produzir hidrogênio verde usando dois tipos de eletrolisadores: membrana polimérica e alcalina tradicional.

Tal energia gerada será armazenada de forma gravitacional, em baterias de íon-lítio e como H2V em tanques pressurizados e poderá ser utilizada diretamente ou aplicada como opção de geração utilizando células a combustível utilizando o hidrogênio.

A proposta prevê uma análise entre os sistemas de armazenamento; de um estudo para estabelecimento de bases técnicas para a implantação de corredores de abastecimento de hidrogênio ao longo das rodovias brasileiras; e uma avaliação de soluções técnicas de eletrolisador (alcalino e membrana polimérica) para definir a melhor adequação à variabilidade de potência das fontes renováveis.

3º projeto

Já o Conversor CC-CC Multiportas e Sistema IoT Inteligente de Gestão de Energias têm como objetivo desenvolver um produto para remover etapas de conversão de eletricidade, reduzir o custo de produção do hidrogênio verde e aumentar a eficiência e o design do sistema.

O projeto prevê um módulo de controle e comunicação IoT (Internet of Things) integrado com algoritmos de inteligência artificial e sistema de gerenciamento de energia para otimizar a utilização das fontes geradoras eletricidade.

Sobre a Chamada Pública

A Chamada Pública “Missão Estratégica Hidrogênio Verde” foi lançada em outubro de 2021, durante inauguração do Habitat de Inovação da CTG Brasil no Hub de Inovação e Tecnologia do SENAI-RN, em Natal. A empresa foi a primeira do setor de energia a instalar um escritório de inovação no espaço.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.