18 de agosto de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5,61GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 12,3W

NREL aponta estratégias para reforçar a economia circular para painéis e baterias

Análise do NREL é baseada em mais de 3 mil publicações científicas que exploram o ciclo de vida das tecnologias

Autor: 29 de junho de 2022Tecnologia e P&D
NREL aponta estratégias para reforçar a economia circular para painéis e baterias

Objetivo do laboratório é mitigar a demanda por matérias-primas e reduzir o desperdício e os impactos ambientais

A alta na procura por painéis fotovoltaicos e baterias de íons de lítio aumentará à medida que os países buscam se afastar dos combustíveis fósseis e implementar mais energia limpa. 

Por este motivo, o NREL (Laboratório Nacional de Energia Renovável) enfatiza a importância da criação de uma economia circular robusta para essas tecnologias para mitigar a demanda por matérias-primas e reduzir o desperdício e os impactos ambientais. 

Segundo os pesquisadores do laboratório, as estratégias de economia circular também têm o potencial de criar empregos de energia limpa e abordar questões ambientais.

Estes insights resultam da última análise do NREL, baseada em mais de 3 mil publicações científicas que exploram o ciclo de vida das tecnologias mais comuns de baterias fotovoltaicas e de íons de lítio, incluindo materiais de partida, impactos ambientais e opções de fim de vida. 

Acesse o estudo na íntegra

Uma revisão crítica da economia circular para baterias de íons de lítio e módulos fotovoltaicos – status, desafios e oportunidades

De acordo com este estudo, alternativas à reciclagem podem ter um potencial inexplorado para construir uma economia circular eficaz para tecnologias solares fotovoltaicas e baterias reduzindo, assim, o uso de materiais virgens na fabricação, reutilizando-os em novas aplicações e prolongando a vida útil do produto

A análise ainda aponta que essas ações podem fornecer novos caminhos para a construção de ciclos de vida sustentáveis ​​do produto.

“Se você puder mantê-los como um produto funcional por mais tempo, é melhor que desconstruí-lo até os elementos que ocorrem durante a reciclagem. E quando um produto chega ao fim de sua vida útil, a reciclagem não é a única opção”, disse Garvin Heath, cientista ambiental sênior e analista de energia e membro distinto da equipe de pesquisa do NREL.

Heath ainda ressalta que o processo de desconstrução consome mais energia e gera mais emissões associadas de gases de efeito estufa para, em seguida, construir outro produto, do que manter o primeiro produto em uso por mais tempo.

O cientista ainda destaca que reciclar para recuperar os materiais usados ​​nas tecnologias é preferível a descartá-los em um aterro sanitário, “mas se podemos pensar em projetar um produto para usar menos materiais para começar, ou materiais menos perigosos, essa deve ser a primeira estratégia”, analisa.

“As pessoas geralmente resumem o ciclo de vida do produto como pegar, fabricar, desperdiçar’”, avalia Heath. “A reciclagem tem recebido muita atenção porque aborda a parte de resíduos, mas existem maneiras de apoiar uma economia circular na parte e na parte também”, conclui.

Heath e o cientista Dwarakanath Ravikumar são os principais autores da 52ª Revisão Crítica anual da Associação de Gerenciamento de Ar e Resíduos, intitulada “Uma Revisão Crítica da Economia Circular para Baterias de Íons de Lítio e Módulos Fotovoltaicos – Status, Desafios e Oportunidades”. Seus coautores, também do NREL, são Brianna Hansen e Elaine Kupets.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Um comentário

  • Beleza, Adorei seu artigo, Tem um aplicativo chamado: Programa PCG, esse programa é um agregador de sites de classificados, no Software tem mais de 340 sites de classificados onde você pode anunciar de graça, usando esse aplicativo você pode fazer divulgação do seu produto automaticamente nesses 340 sites. Vale muito a pena usar, são muitos sites pra anunciar seu produto ou serviço. Sempre uso esse programa para fazer divulgação. Fica ai a sugestão. Seu artigo foi muito útil. Abraços aos amigos.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.