Siemens instalará hub de hidrogênio no Chile

Durante a reunião, o executivo destacou o papel da regulamentação para o avanço dessa tecnologia no país
1 minuto(s) de leitura

A Siemens vai instalar um hub de hidrogênio no Chile, é o que afirma Andreas Eisfelder, chefe de pesquisa da empresa. O anúncio foi feito no seminário online “Tecnologias para a Economia de Hidrogênio” realizado pela Camcha (Câmara de Comércio Alemão-Chilena).

Durante a reunião, o executivo destacou o papel da regulamentação para o avanço dessa tecnologia no país e enfatizou o enorme potencial que o Chile tem para produção e exportação de hidrogênio verde, a partir do uso de energia renovável.

O ministro da Energia, Juan Carlos Jobet, também participou do evento. Ele avaliou o papel que o hidrogênio terá no processo nacional de descarbonização, uma vez que as estimativas indicam que contribuiria entre 17% e 27% para as mitigações necessárias para alcançar a meta.

Matriz energética chilena

As renováveis foram responsáveis por 19,4% da geração de eletricidade no ano passado, colocando a expectativa do governo de atingir 20% até 2025. A meta é chegar até 2050 com 94% de geração renovável.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal