1 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Sistemas de baterias de grande porte serão testados no Paraná

Projeto de P&D da ANEEL também inclui a utilização de sistemas fotovoltaicos

Autor: 19 de dezembro de 2023dezembro 20th, 2023Projetos
3 minutos de leitura
Sistemas de baterias de grande porte serão testados no Paraná

Projeto de P&D visa garantir energia em situações críticas. Foto: Copel/Divulgação

A Copel colocará em funcionamento um sistema móvel de armazenamento de energia de grande porte para garantir o fornecimento de energia em situações críticas.

Com 1 MW de potência instalada, a estrutura é formada por um conjunto de baterias e um transformador, instalados em duas carretas que podem ser deslocadas para atender qualquer cidade do estado do Paraná.

A iniciativa faz parte de um projeto de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) que tem como finalidade testar o funcionamento de quatro sistemas de armazenamento de grande porte em diferentes regiões do estado. O investimento é de R$ 34,6 milhões nas soluções.

Segundo a Copel, o sistema móvel, que está sendo testado em Curitiba, conta com 1,4 MWh de energia armazenada, o suficiente para fornecer energia por um mês a 10 mil residências que tenham um consumo de 100 kWh por mês.

“Os sistemas de armazenamento de energia ainda são uma novidade quando falamos de geração e consumo em grande escala”, ressalta Júlio Omori, superintendente de Smart Grid e Projetos Especiais da Copel.

Testes em 2024

Além das baterias transportáveis, o projeto inclui a instalação de outros três sistemas de armazenamento, que serão testados pela Copel no próximo ano. Cada um dos sistema terá uma aplicação distinta, o que permitirá que a companhia analise sua aplicação em um cenário diferente.

Na vila de Faxinal do Céu, no Centro do Estado, um conjunto de baterias com 250 kW de capacidade e 860 kWh de energia armazenada será instalado junto a um sistema fotovoltaico de 200 kWp.

Um dos objetivos é avaliar o funcionamento das baterias em conjunto com um sistema de geração, permitindo a possibilidade de auxiliar a rede da Copel e a até operar totalmente isolado.

Em Ipiranga, no Centro-Sul, a companhia vai instalar dois sistemas de armazenamento. Com 250 kW de capacidade e 1.505 kWh de energia instalado, um deles é formado por baterias de lítio.

O outro emprega baterias de fluxo com 250 kW de potência e 1.200 kWh de energia armazenada. O objetivo é comparar o desempenho dos dois sistemas.

Na Ilha das Cobras, no Litoral, está sendo instalado outro sistema de armazenamento, com 75 kW de potência e 430 kWh de energia armazenada. Conectado a uma usina solar fotovoltaica de 31 kWp, a estrutura vai garantir fornecimento de energia sustentável a uma escola de gastronomia e hotelaria que o governo do Estado colocará em funcionamento no local.

O sistema fotovoltaico foi a solução mais sustentável encontrada para fornecer energia ao local. Por sua vez, as baterias garantem a disponibilidade de energia mesmo em dias chuvosos, quando não há produção de energia solar.

“Nós vamos testar o uso dos sistemas de armazenamentos sob diversas condições. São diferentes tecnologias empregadas, em ambientes variados, mas com um mesmo objetivo, utilizar as baterias para aumentar a confiabilidade do fornecimento de energia, principalmente nas situações em que os consumidores mais precisam dela”, sintetiza Omori.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.