2 de julho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.09GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 11,3W

Solar gera economia de R$ 8 mil para escola em Fortaleza

Segundo a empresa responsável pelo projeto, foram utilizados 168 módulos de 445 W da Risen

Autor: 7 de janeiro de 2022maio 27th, 2022Brasil
Solar gera economia de R$ 8 mil para escola em Fortaleza

A planta fotovoltaica tem uma geração média de 9,5 MWh. Foto: divulgação

A energia solar está cada vez sendo escolhida por escolas no Brasil para gerar economia e sustentabilidade. No Rio Grande do Sul, por exemplo, 15 escolas técnicas agrícolas irão instalar usinas fotovoltaicas.

Já no Rio Grande do Norte, o governo assinou, no final de dezembro, dois termos de cooperação com a Neoenergia-Cosern para viabilizar a instalação de painéis solares em todas as 620 escolas que compõem a rede estadual de ensino.

Fortaleza (CE) também não ficou de fora. O Centro Educacional Pedagógico Eça de Queirós, localizado na região, está obtendo uma economia de R$ 8 mil com a instalação de um sistema fotovoltaico de 75 kWp.

O sistema fotovoltaico possui 168 módulos da Risen Energy. Foto: divulgação

O sistema fotovoltaico da escola possui 168 módulos da Risen Energy. Foto: Divulgação

Segundo André Lessa, sócio da Suntech, empresa responsável pela implementação da usina, foram utilizados 168 módulos de 445 W da Risen Energy e um inversor WEG de 60 kW.

A planta está em operação na escola desde julho de 2021 e tem uma geração média de 9,5 MWh. Para a construção do empreendimento, Lessa destacou a importância da qualificação profissional – fundamental para a companhia conseguir entregar o resultado esperado para o cliente.

“Os cursos do Canal Solar, por exemplo, nos ajudaram muito. Fizemos o de usinas, de aterramento e mercado e regulação. Os mesmos foram essenciais para a preparação da equipe de engenharia”, ressaltou o executivo.

Jundiaí terá 1ª escola abastecida solar

Com um investimento de R$ 12 milhões, a EMEB Joaquim Candelário de Freitas será a primeira escola de Jundiaí a contar com um sistema fotovoltaico para suprir a demanda por energia elétrica, segundo a Prefeitura do Município.

A usina de 72,36 kWp conta com 171 painéis solares. Além de estar integrada à praça localizada ao lado do edifício, a unidade escolar contará com iluminação em LED, aquecimento solar (água) e reuso de água para limpeza de área externa. 

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.