24 de outubro de 2021

Solar residencial pode se tornar a maior fonte de energia da Austrália

Dados apontam que o segmento pode atender até 77% do NEM (Mercado Nacional de Eletricidade)

Autor: 17 de setembro de 2021Mundo
Solar residencial pode se tornar a maior fonte de energia da Austrália

De acordo com a AEMO (Operador do Mercado de Energia Australiano), a energia solar residencial pode atender até 77% da demanda no NEM (Mercado Nacional de Eletricidade) até 2026, superando o recorde de 35% registrado em outubro do ano passado.  

O levantamento apontou ainda que consumidores deste segmento devem instalar 8,9 GW adicionais de painéis solares. Atualmente, este setor conta com 14 GW de potência instalada. 

Para se ter uma ideia, a energia fotovoltaica está presente em 30% das residências australianas e é o mercado de energia mais descentralizado do mundo, segundo a BloombergNEF.

O relatório da AEMO indicou também que a mudança pode ser mais profunda localmente, com a Austrália do Sul possivelmente se tornando a primeira grande rede do mundo a atender 100% de sua demanda por solar doméstica até o final de novembro deste ano. 

“Com a aposentadoria das usinas de carvão e o crescente interesse no desenvolvimento de hidrogênio, a energia solar residencial está acelerando a transição do NEM”, disse o operador. O NEM não inclui a Austrália Ocidental e o Território do Norte, enquanto o NEM Continental exclui a Tasmânia. 

“O sistema de energia da Austrália está em transição para um sistema descarbonizado e descentralizado. Em 2025, haverá períodos em que toda a demanda do cliente poderá ser atendida pela geração renovável”, destacou Daniel Westerman, CEO da AEMO, em comunicado. 

Fonte: Bloomberg

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar