1 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Solis apresenta soluções para mercado residencial e C&I na Expo GD

Produtos abrangem inversores residenciais, para usinas, e novas soluções para armazenamento de energia

Autor: 23 de novembro de 2023Lançamentos
3 minutos de leitura
Solis apresenta soluções para mercado residencial e C&I na Expo GD

Estande da fabricante Solis na Expo GD. Foto: Solis/Divulgação

A Solis trouxe para a ExpoGD, realizada nos 16 e 17 de novembro em Belo Horizonte (MG), lançamentos para o mercado residencial e C&I (comercial e industrial).

Os produtos abrangem inversores residenciais, para usinas, e novas soluções para armazenamento de energia. Além dos novos designs, os equipamentos apresentam uma sobrecarga mais elevada e são compatíveis com módulos fotovoltaicos de potências maiores e bifaciais, que demandam do inversor uma maior corrente de entrada.

Como atualizar o sistema on-grid para sistema com armazenamento?

Segundo a empresa, o novo inversor de acoplamento CA (S6-EA1P5K-L) trabalha em conjunto com o sistema on-grid existente, realizando um upgrade do sistema convencional e dessa forma permitindo utilização de um banco de baterias. Essa solução permite o controle da energia de um banco de baterias para sustentar as cargas domésticas, por exemplo.

Com transformação conveniente do sistema, baixo custo de investimento e nenhum impacto nas linhas existentes, o inversor suporta comutação de classe UPS, carga rápida e descarga até 105A/5kW e integra funções de tratamento e proteção da bateria para prolongar a vida útil da bateria.

“O destaque fica para a facilidade de instalação, já que o inversor é compatível com várias marcas de inversores e vários modelos de bateria de lítio”, ressaltou a fabricante.

Soluções para micro, minigeração e mercado livre

A Solis ampliou o portfólio com uma linha projetada exclusivamente para o Brasil. A série Solis-(50-75)K-LV-5G-PRO conta com inversores de 50 kW, 60 kW e 75 kW com tensão de saída em 220 V, e mais de 60% de sobrecarga e 20 A de corrente de entrada, o que possibilita que módulos com potência acima de 600 W sejam conectados em uma ou mais entradas do inversor por MPPT.

“O destaque fica para o modelo de 75 kW, pois é ideal para instalações que desejam maximizar a produtividade do sistema fotovoltaico no limite da microgeração. A tensão de saída em 220 V dos inversores elimina a necessidade de transformadores em muitas regiões do Brasil, simplificando as instalações, reduzindo custos e a perda de energia causada pelo transformador”, relatou a companhia.

Todos os inversores da nova linha contam a proteção AFCI (interruptor de circuito de falha de arco) e atendem a nova portaria do Inmetro. Além da AFCI, os produtos possuem DPS tipo II e monitoramento individualizado por string, que permitem maior confiabilidade na operação e eficiência na O&M (Operação e Manutenção).

Zero grid

A empresa ainda apresentou a sua solução para controle de potência exportada, o EPM. Com uma tecnologia de ponta e user friendly, o equipamento permite a implementação de injeção zero (Zero Export) através do monitoramento e controle ativo da potência produzida pelos inversores.

“O EPM é a solução ideal para o gerenciamento inteligente de energia, tanto para sistemas residenciais quanto comerciais. Com ele você pode controlar e monitorar 24h da geração fotovoltaica e consumo das cargas de até 80 inversores com precisão do controle de até 1%, e ajustar os valores de exportação para atender aos requisitos regulamentares da rede local”, enfatizaram.

O controle energético realizado por meio do EPM Solis permite maior autoconsumo e uso eficiente da energia fotovoltaica gerada localmente, além de ser compatível com inversores da Solis monofásicos e trifásicos, podendo ser combinado com sistemas híbridos.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.