2 de julho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.09GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 11,3W

Sugestões para o CBEE podem ser enviadas até fim de agosto

No que diz respeito à geração distribuída, Lafayette de Andrada explicou que o pagamento da TUSD (Fio B), deve ocorrer de forma gradual

Autor: 3 de agosto de 2020julho 27th, 2021Brasil
Sugestões para o CBEE podem ser enviadas até fim de agosto

Associações do setor elétrico e deputados federais têm até dia 31 de agosto para apresentar sugestões para o texto que visa atualizar o CBEE (Código Brasileiro de Energia Elétrica). A demanda deve ser encaminhada para o relator da matéria, o deputado Lafayette de Andrada (Republicanos-MG).

O prazo foi determinado pelo deputado Lucas Redecker (PSDB-RS), presidente da comissão especial que trata do assunto, durante reunião virtual realizada na última sexta-feira (31). “Quero ressaltar a sensibilidade do relator nessa matéria, com a inclusão das sugestões das entidades e de toda a sociedade”, ressaltou Redecker.

Segundo o presidente, com a suspensão dos trabalhos das comissões da Câmara em razão da pandemia da Covid-19, as sugestões não terão caráter de emenda, mas terão o objetivo de contribuir para o debate.

O novo texto apresentado pelo deputado Lafayette trata de geração, transmissão e distribuição de energia no Brasil e visa organizar o setor. Além disso, o parlamentar destacou que o texto trará mais segurança jurídica, contribuindo para a alta de investimento no setor elétrico.

Recarga veicular e Fio B

Entre as novidades para o CBEE, está a inclusão da recarga veicular, já considerando os veículos elétricos, a geração distribuída e um programa social baseado na produção de energia renovável. No que diz respeito à geração distribuída, Lafayette de Andrada explicou que o pagamento da TUSD (Fio B), deve ocorrer de forma gradual.

O deputado Tiago Dimas (Solidariedade-TO) comentou sobre a decisão de cobrança do Fio B. “Eu vejo a cobrança pelo uso da distribuição como algo que pode dificultar nesse caminho. Mas tem que buscar ser justo. Acho que a forma como você colocou é satisfatória, porque distribuiu entre parte comercial e residencial”.

Já o parlamentar Vitor Lippi (PSDB-SP) destacou a importância de priorizar a produção de equipamentos nacionais de energia, como forma de gerar empregos. “O Brasil é um dos países que mais podem se beneficiar de energia eólica e solar. Se essas empresas estiverem aqui, nós vamos gerar muitos empregos, muita riqueza, muito valor agregado ao Brasil”.

 

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.