21 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,5GW

Tarifa da Enel SP deve ter redução de 1% a partir de julho

ANEEL aprova Consulta Pública para discutir proposta de revisão das tarifas da concessionária

Autor: 29 de março de 2023Conta de luz
3 minutos de leitura
Tarifa da Enel SP deve ter redução de 1% a partir de julho

Consulta Pública n.º 11/2023 receberá contribuições entre 30 de março e 15 de maio. Foto: Freepik

A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou, nesta terça-feira (28), a abertura de Consulta Pública para discutir a proposta de Revisão Tarifária Periódica da Enel SP – distribuidora que atende a cerca de 7,6 milhões de unidades consumidoras no estado de São Paulo.

De acordo com a Agência, a proposta indica uma redução média de 1% nas tarifas da concessionária. As novas tarifas entram em vigor a partir do dia 4 de julho.

Além disso, anunciaram que será discutida a definição dos correspondentes limites dos indicadores de continuidade de Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora – DEC e de Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora – FEC, para 2024 a 2027.

“O reposicionamento tarifário, elaborado na Revisão Tarifária Periódica, consiste na redefinição das tarifas em nível compatível com a cobertura dos custos operacionais eficientes e com a remuneração dos investimentos prudentes realizados”, relatou a ANEEL.

Confira, na tabela, os índices propostos:

Empresa

Consumidores residenciais – B1

Enel SP

0,11%

 Classe de Consumo – Consumidores cativos

Baixa tensão
em média

Alta tensão
em média

Efeito Médio
para o consumidor

0,06%

-4,19%

-1,00%

Segundo a Agência, os itens que mais impactaram os cálculos para a proposta de redução de Tarifas da Enel SP foram a redução de custos com aquisição, distribuição de energia e componentes financeiros do processo tarifário anterior.

O efeito médio da alta tensão refere-se às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); e B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural);

Ademais, engloba o B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

A Consulta Pública n.º 11/2023 receberá contribuições entre 30 de março e 15 de maio, e contará com uma sessão presencial no dia 11 de maio, a ser realizada na cidade de São Paulo, para colher subsídios e informações para aprimorar a proposta referente à Revisão Tarifária Periódica da Enel SP.

Para mais informações, acesse www.gov.br/aneel/pt-br/acesso-a-informacao/participacao-social/consultas-publicas.

As contribuições poderão ser enviadas para os respectivos e-mails:

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.