23 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,6GW

Tramontina apresenta novas versões de DPS

Componente que protege aparelhos eletroeletrônicos contra descargas elétricas pode ser encontrado em correntes elétricas de até 90 kA

Autor: 4 de junho de 2021Tecnologia e P&D
2 minutos de leitura
Tramontina apresenta novas versões de DPS

A fábrica de materiais elétricos da Tramontina está ampliando a linha de DPS (Dispositivo Protetor contra Surtos) – componente responsável pela proteção contra descargas atmosféricas.

A linha de DPS TDS da Tramontina está disponível nas versões 15 kA, 20 kA, 45 kA, 60 kA e 90 kA, todos com tensão de utilização de até 275V e próprios para instalação em redes de 127V ou 220V.

Os novos modelos estão disponíveis nas classes 1 – para áreas altamente expostas às descargas atmosféricas – e 2 -para descargas atmosféricas indiretas, ou seja, que ocorrem próximas à área de edificação ou redes elétricas. 

Todos possuem um indicador frontal na cor verde, que muda para vermelho para indicar quando o mesmo deverá ser substituído na instalação.

DPS Tramontina

A equipe de engenharia da fábrica de materiais elétricos da Tramontina destaca que o DPS possui a função de proteger os equipamentos eletrônicos das descargas atmosféricas e dos apagões e instabilidades da rede elétrica, evitando que o liga-desliga, que geralmente acontece nessas ocorrências, queimem os aparelhos. 

O equipamento detecta a ocorrência de sobretensões transitórias de curta duração na rede elétrica e desvia as correntes de surto para a terra.

As sobretensões circulam por três caminhos distintos: rede elétrica, linha telefônica e circuito de antena de TV. Por isso a importância da proteção nas três entradas.

O DPS deve interagir com o sistema de aterramento, para completar a segurança e proteger as pessoas contra as descargas elétricas, bem como as edificações e aparelhos eletrônicos.

A atuação do dispositivo não é apenas para as descargas atmosféricas (raios), mas também para sobretensões e instabilidades nas redes das concessionárias de energia.

O equipamento deve ser instalado segundo as prescrições da Norma NBR 5410 para instalações elétricas de baixa tensão, a fim de garantir a segurança de pessoas e animais, o funcionamento adequado das instalações e a conservação dos bens.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.