28 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,84GW

Venda de veículos elétricos bate recorde em 2021

Dados do Renavam apontam que a comercialização dos eletrificados já superou a marca de 30 mil até novembro

Autor: 16 de dezembro de 2021Mobilidade urbana
Venda de veículos elétricos bate recorde em 2021

Só no mês de novembro, foram 3.505 eletrificados emplacados. Foto: Envato Elements

O total de VEs (veículos elétricos) vendidos no Brasil em 2021, até novembro, já superou a marca dos 30 mil, de acordo com dados do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores do Ministério de Infraestrutura).

Só no último mês, foram 3.505 eletrificados emplacados. De janeiro a novembro foram 30.445, estabelecendo um novo recorde de vendas de automóveis e comerciais leves desse segmento no Brasil.

Os números de novembro alcançaram 2,1% de market share sobre as vendas domésticas totais do mês no mercado brasileiro – 161.027, segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

O resultado também é 26% superior ao de outubro deste ano (2.787) e 57% superior ao de novembro de 2020 (2.231). Já os 30.445 eletrificados dos 11 primeiros meses representam 1,7% do market share total do período (1.780.906).

Os 30.445 eletrificados vendidos de janeiro a novembro já representaram aumento de 54% sobre o total comercializado em todo o ano de 2020 (19.745).

Projeções da ABVE (Associação Brasileira do Veículo Elétrico) apontam que, com este desempenho de novembro, o total provavelmente chegará a 32.500 emplacamentos em dezembro – o que representará um aumento de 64% sobre o total do ano passado.

Análise sobre o mercado de VEs

O total de automóveis e comerciais leves eletrificados já em circulação no Brasil chega a quase 73 mil. “Tal crescimento deve ser comemorado, mas sem obscurecer o fato de que esse setor no Brasil ainda cresce num ritmo muito inferior ao dos principais países”, lembrou Adalberto Maluf, presidente da ABVE.

“Temos de avançar muito ainda para o Brasil alcançar o patamar de eletrificação de sua frota compatível com o tamanho a e importância do mercado brasileiro de automóveis”, ressaltou.

Para o executivo, a participação dos veículos elétricos na Europa, por exemplo, deve pular dos atuais 11% de market share para 22% este ano. E este número só inclui os veículos BEVs e o PHEVs, ou seja, os elétricos plug-in. “No Brasil, estamos comemorando 2%, mas incluindo nessa conta os carros híbridos não plug-in”.

“O veículo a combustão no Brasil paga mais imposto do que o carro elétrico, o que é um contrassenso. Além disso, o mercado se ressente da inexistência de um plano nacional de eletromobilidade liderado pelo governo federal, que seja capaz de integrar todas as ações do país ao objetivo de reduzir as emissões de poluentes no transporte, com metas viáveis e definidas”, comentou Maluf.

“Contribuir para viabilizar esse plano nacional é o principal programa de trabalho da Associação Brasileira do Veículo Elétrico em 2022”, concluiu.

Vendas de BEVs

De acordo com a ABVE, o destaque neste ano ficou para o desempenho dos carros totalmente a bateria (BEVs), que já venderam 2.137 unidades de janeiro a novembro, devendo chegar a dezembro com o triplo de emplacamentos de 2020 (que foi de 801).

Com esses números, os BEVs passaram da média em torno de 5% para 7% do total de vendas de veículos eletrificados no país.

Híbridos

Em 2021, o mercado seguiu sendo liderado pelos HEVs (veículos elétricos híbridos), que emplacaram 17.909 unidades nos 11 primeiros meses (58% do total). No mesmo período, foram emplacados 10.397 PHEVs (veículos elétricos híbridos plug-in), ou 34% do total.

Leia mais: Vendas de VEs devem ultrapassar as de carros a combustão até 2035

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.