27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Goiás visa modernizar frota de ônibus com modelos 100% elétricos

Projeto-piloto contribuirá para avaliação da qualidade e benefícios do ônibus elétrico para os cidadãos

Autor: 18 de janeiro de 2022Veículos elétricos
Goiás visa modernizar frota de ônibus com modelos 100% elétricos

O ônibus elétrico em teste é do modelo D9W da fabricante BYD. Foto: Enel X/Divulgação

O Governo de Goiás, por meio da Metrobus e da Enel X, apresentou nesta segunda-feira (17) no estacionamento do Estádio Serra Dourada, um ônibus articulado 100% elétrico.

O veículo, que será produzido pela BYD, será testado durante um mês em na Região Metropolitana de Goiânia para avaliação da viabilidade técnica e econômica de sua utilização nas linhas do Eixo Anhanguera e, posteriormente, modernizar a frota urbana com modelos eletrificados.

Durante os testes serão analisados os indicadores operacionais de manutenção desse tipo de veículo e como funciona o sistema eletrônico nas características do trajeto na linha do Eixo Anhanguera e das suas extensões.

Ademais, o período de avaliação será uma oportunidade para verificar a autonomia do automóvel, tempo de carregamento, custo da operação, fazer treinamentos internos e conhecer os eventuais desafios de uma frota elétrica. No primeiro momento, o ônibus articulado não será testado com passageiros.

Carlos Eduardo Cardoso, diretor da Enel X, explica que a eletrificação do setor de mobilidade urbana é uma tendência crescente e irreversível. “Este é o primeiro ônibus elétrico que trazemos para Goiás, e para Enel X é um grande privilégio participar deste marco histórico do estado”.

Para ele, a mobilidade elétrica urbana é fundamental para o desenvolvimento das cidades inteligentes, que integram sustentabilidade e conectividade a serviço do bem-estar e da qualidade de vida da população.

Segundo a Enel X, foi apresentada uma manifestação de interesse ao Governo do Estado, por meio da Metrobus, para modernização da frota de ônibus com a transformação em VEs (veículos elétricos).

Integram este estudo as empresas Marcopolo e Urbi Mobilidade Urbana com os consultores Tauil Chequer e Radar PPP, liderados pela Enel X. O projeto-piloto contribuirá para avaliação da qualidade e benefícios do ônibus elétrico para os cidadãos.

De acordo com Francisco Caldas, presidente da Metrobus, o teste é um esforço do governo para aprimorar o transporte público na região metropolitana de Goiânia com mais qualidade e eficiência e na busca de uma cidade mais sustentável.

“É um modelo que traz melhoria na qualidade do ar, redução de doenças respiratórias e uma modernização para o transporte público. O usuário vai perceber que é um veículo mais confortável, a começar pela redução de emissão de ruídos, com ar-condicionado, entre tantos outros benefícios”, comentou.

Ao final do período de 30 dias, será possível comparar o ônibus elétrico com o veículo tradicional, movido a óleo diesel para uma percepção mais clara sobre os benefícios econômicos e de sustentabilidade ambiental.

Com a aprovação, a expectativa é que seja efetuado um processo para que toda a frota da Metrobus possa ser substituída pelos VEs, com a chegada das primeiras unidades ainda em 2022.

Especificações do ônibus articulado

O veículo elétrico em teste é do modelo D9W da fabricante BYD com carroceria Marcopolo. A autonomia é de no mínimo 250 km, com até cinco horas para recarga da bateria feita de fosfato de ferro.

Além disso, o ônibus é um articulado de 23 metros de comprimento com capacidade para transportar 170 passageiros. Seu consumo energético, segundo BYD, é equivalente a 1,2 kWh/km, com menor custo operacional e de manutenção que um veículo convencional. Os motores elétricos ficam embutidos nas rodas do eixo traseiro, são silenciosos e não emitem poluentes.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.