29 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Votorantim fecha acordo de 15 anos para autoprodução de energia solar

Contrato com a Atlas Renewable Energy prevê fornecimento de 100 MW médios às unidades produtivas da empresa

Autor: 17 de janeiro de 2024Transição energética
3 minutos de leitura
Votorantim fecha acordo de 15 anos para autoprodução de energia solar

Foto: Votorantim Cimentos/Reprodução

A Votorantim Cimentos assinou um contrato de aquisição de energia de longo prazo (PPA, em inglês) com a Atlas Renewable Energy para o fornecimento de 100 MW médios de energia solar para suas unidades produtivas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

O contrato terá 15 anos de duração e foi firmado no modelo de autoprodução, onde toda a geração virá do Projeto Solar Luiz Carlos, da Atlas, no município de Paracatu (MG).

Quando entrar em operação, o parque fotovoltaico terá uma capacidade instalada de 787 MWp, dos quais quase dois terços desse volume (470 MWp) serão destinados à Votorantim. 

O acordo faz parte da carteira de investimentos e do plano de descarbonização da Votorantim, que inclui as energias renováveis ​​como um dos pilares estratégicos da empresa. 

A meta da companhia é ter 45% de sua energia global vinda de fontes de energia limpa até 2030. Com o novo acordo firmado, cerca de 75% do consumo da empresa de materiais de construção no Brasil será oriunda de renováveis. 

Com o uso das fontes limpas, a empresa também busca reduzir em 24,8% suas emissões líquidas de CO2 na comparação com o ano-base de 2018 e de 37,7% em relação à década de 1990. No longo prazo, a ambição da entidade é atingir a neutralidade de carbono em 2050. 

Votorantim fecha acordo de 15 anos para autoprodução de energia solar

Foto: Votorantim Cimentos/Reprodução

Atualmente, Votorantim é responsável pela operação da concessão da usina hídrica de Pedra do Cavalo, de 160 MW, em Minas Gerais, além de possuir quatro PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas) em outras localidades e participar do consórcio da hidrelétrica de Machadinho, no Sul do Brasil. 

Em 2022, a companhia também assinou um acordo com a Auren para construção de um parque eólico no Nordeste do Brasil, com capacidade de 220 MW, que entrou em operação no início de 2023, agregando 55 MW médios de energia renovável ao seu portfólio.

“Nosso foco é intensificar a eficiência e incorporar o uso de energias renováveis, aumentando o volume de energia limpa autoproduzida que consumimos e, consequentemente, a nossa competitividade, gerando benefícios para a sociedade”, disse Álvaro Lorenz, diretor global de sustentabilidade da empresa.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.