10 de agosto de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5,46GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 12,0W

Win registra aumento de 110% no faturamento no 3º trimestre de 2020

A distribuidora estima terminar o ano com um crescimento de 50% no segmento de GD

Autor: 18 de novembro de 2020novembro 19th, 2021Licitações
Win registra aumento de 110% no faturamento no 3º trimestre de 2020

Nos últimos 12 meses a Win forneceu equipamentos fotovoltaicos para mais de 1,5 mil projetos no país

A Win Energia Renováveis, distribuidora de equipamentos fotovoltaicos do grupo All Nations, dobrou seu volume de negócios no terceiro trimestre de 2020. Segundo balanço divulgado pela empresa, foi registrado um aumento de 110% em relação ao segundo trimestre deste ano.

O levantamento também apontou que nos últimos 12 meses a Win forneceu equipamentos fotovoltaicos para mais de 1,5 mil projetos de energia solar no país.

Para a empresa, este crescimento foi impulsionado pela alta na procura por sistemas fotovoltaicos durante a pandemia, que segundo dados da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), aumentou 45% no primeiro semestre deste ano.

WIN_banner_Canal_Solar01_02

“Estamos numa curva crescente de faturamento e de projetos de energia solar durante todo o período da pandemia da Covid-19. Elevamos nosso desempenho neste momento crítico da economia e apostamos na tecnologia fotovoltaica como uma grande alternativa para a superação da crise no pós-pandemia”, afirma Camila Nascimento, diretora comercial da Win.

Aproveitando o crescimento pela fonte fotovoltaica no país, a distribuidora estima terminar o ano com um crescimento de 50% nos negócios de geração de energia solar distribuída.

Giuliana Olivieri

Giuliana Olivieri

Atuou como produtora de programa de entrevista na Rádio Brasil Campinas, além de elaboração de reportagens diárias, edição de áudio e vídeo. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico, cobrindo a editoria de Mercado e Negócios. Graduanda em Jornalismo na PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.