Copel e ANEEL testam uso de baterias para garantir fornecimento de energia

Iniciativa visa testar o funcionamento de quatro sistemas de armazenamento em diferentes regiões do estado
3 minuto(s) de leitura
Copel e ANEEL testam uso de baterias para garantir fornecimento de energia
Baterias gigantes da Copel passam em teste para atender clientes em redes com maior demanda. Foto: Copel/Reprodução

A Copel e a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) realizaram um teste de um sistema com baterias em microrrede isolada para abastecer as instalações da companhia no bairro Atuba, em Curitiba (PR). Durante o experimento, o sistema forneceu energia ao local por duas horas

A iniciativa integra um programa de P&D (pesquisa e Desenvolvimento) da ANEEL que visa testar o funcionamento de quatro sistemas de armazenamento de grande porte em diferentes regiões do estado. Ao todo, a companhia investiu R$ 34,6 milhões na iniciativa.

Conforme noticiado pelo Canal Solar, o objetivo do teste é utilizar a tecnologia para atender a clientes em redes com maior demanda ou que sofram interrupção no fornecimento de energia

As baterias foram instaladas em duas carretas com um total de 50 toneladas e podem ser transportadas para atender a população em qualquer local.

O sistema, que possui 1 MW de potência com capacidade de armazenamento superior a 1 MWh, é composto por baterias de lítio, um conversor de energia, um transformador para elevar a tensão elétrica e dispositivos de conexão e proteção. 

A solução está conectada à rede para fortalecer o sistema durante períodos de maior demanda e garantir o fornecimento de energia em caso de desligamentos. Durante à noite, quando a demanda é menor, as baterias podem ser recarregadas com a energia da rede elétrica.

Segundo o engenheiro da área de projetos especiais da Copel, Rodrigo Braun dos Santos, essa iniciativa representa um marco histórico e evidencia o potencial disruptivo dos sistemas de armazenamento de energia e das microrredes

Outros sistemas instalados

Além das baterias transportáveis, o investimento feito inclui a instalação de outros três sistemas de armazenamento. Cada um conta com uma aplicação distinta que permite à Copel analisar seu uso em um cenário diferente.

A empresa instalou dois sistemas na subestação do município de Ipiranga (PR), sendo que cada um possui um modelo diferente de baterias.

Um dos sistemas utiliza baterias de lítio, do mesmo modelo testado em Curitiba, e possui capacidade de 250 kW e 1.505 kWh de energia armazenada.

Já o segundo sistema conta com baterias de fluxo, tecnologia que armazena energia em líquido, e têm vida útil de cerca de 20 anos, com 250 kW de potência e 1.200 kWh de energia armazenada. 

O terceiro sistema é composto por um conjunto de baterias com 250 kW de capacidade e 860 kWh de energia armazenada e foi instalado junto a uma usina de energia solar de 200 kWp, na cidade de Pinhão (PR), no Centro-Sul do estado.

Um dos objetivos é avaliar o funcionamento das baterias em conjunto com um sistema de geração, permitindo a possibilidade de auxiliar a rede da Copel e a até operar de forma isolada. 

Além disso, o local conta com a rede inteligente da Copel, o que permite que todo o funcionamento seja monitorado por equipamentos automatizados, facilitando o controle e a gestão da qualidade do fornecimento de energia.

Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Imagem de Yvana Leitão
Yvana Leitão
Produtora do Podcast Papo Solar. Possui experiência produção e elaboração de matérias jornalísticas. Graduanda em jornalismo pela Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação de Campinas.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal