26 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.99GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Cordeiro e Fockink firmam acordo para fomentar a solar no agronegócio

Nos últimos 4 meses, a presença da solar no campo, em sistemas de GD, cresceu pouco mais de 20%

Autor: 24 de fevereiro de 2022Brasil
Cordeiro e Fockink firmam acordo para fomentar a solar no agronegócio

Prognóstico é de anos de crescimento da matriz fotovoltaica. Foto: Envato Elements

A Cordeiro Soluções em Energia e a Fockink – empresa especializada em soluções, projetos e equipamentos para produtores rurais – anunciaram um acordo de fornecimento de equipamentos para a instalação de sistemas fotovoltaicos para clientes do agronegócio.

Por meio da parceria, a Cordeiro irá entregar os componentes necessários para atender os projetos desenvolvidos e executados pela Fockink.

A presença da energia solar no campo, em sistemas de GD (geração distribuída), cresceu pouco mais de 20% nos últimos quatro meses, ultrapassando a marca de 1,3 GW, de acordo com dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Dado o acordo com a Cordeiro e a elevada demanda, a Fockink estima que o volume de vendas de sistemas fotovoltaicos poderá subir entre 50% e 60%, em 2022, na comparação com 2021.

“Acordos comerciais como esse são importantes para agregar previsibilidade da cadeia de fornecimento e compra, o que traz ganhos sensíveis para as duas empresas e para os clientes finais”, avaliou Jorge Caparroz, diretor Comercial da Cordeiro.

Leia mais

Para Juan Miguel Algorta, gerente nacional Comercial da Fockink, ter um parceiro especializado em energia solar vai garantir a disponibilidade dos kits fotovoltaicos para os consumidores em época de alta demanda.

“A média de economia na conta de luz de quem decide fazer esse investimento é de 30% a 40%, o que está fomentando o crescimento dessa fonte de energia limpa no campo”, explicou.

Segundo Alexandre Sathler, gestor de planejamento estratégico e Inteligência de Mercado da Cordeiro, com a previsão de alta do custo de eletricidade, o prognóstico é de anos de crescimento da matriz fotovoltaica, aproveitando cada vez mais o potencial brasileiro e oferecendo alternativas.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Um comentário

  • Uma beleza, Muito bom seu artigo, apenas para complementar, tem um programa chamado: Software PCG, esse Software é um agregador de sites de classificados, nele tem mais de 340 sites de classificados grátis onde você pode anunciar, usando esse programa você pode divulgar automaticamente nesses sites, vale muito a pena usar ele agiliza muito o trabalho além de te dar uma lista que sempre é atualizada com sites atuais, com esse programa você consegue gerar trafego orgânico e assim receber visitas dos buscadores como o Google e outros, eu sempre usei esse programa para fazer publicidade e faço vendas praticamente usando apenas ele. Fica ai a sugestão… Seu texto me ajudou muito. Até uma próxima oportunidade

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.