5 de julho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.09GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 11,3W

Edital dos Leilões de Energia Existente entra em consulta pública

A-1 e A-2 de 2022 serão realizados no dia 2 de dezembro, com transmissão no portal da CCEE

Autor: 15 de junho de 2022Leilões
Edital dos Leilões de Energia Existente entra em consulta pública

Consulta Pública estará disponível entre 17 de junho e 2 de agosto. Foto: Envato Elements

A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) abre nesta sexta-feira (17) a Consulta Pública n° 032/2022, para análise da minuta do Edital dos Leilões de Energia Existente A-1 e A-2 de 2022, destinados à compra de eletricidade gerada por empreendimentos existentes.

Segundo a Agência, os certames visam à contratação de energia elétrica na modalidade por quantidade e proveniente de qualquer fonte.

A realização dos leilões está prevista para 2 de dezembro de 2022, com transmissão ao vivo no portal da CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica).

A sistemática proposta na minuta do edital, de acordo com a ANEEL, é a mesma adotada para os Leilões A-1 e A-2 promovidos pela Agência e pela CCEE no ano passado.

Os contratos preveem suprimento de dois anos: a partir de 1º de janeiro de 2023, para os contratos relativos ao Leilão A-1, e a partir de 1º de janeiro de 2024, para os contratos do Leilão A-2.

A Consulta Pública nº 032/2022 estará disponível para contribuições entre 17 de junho e 2 de agosto, pelo e-mail: [email protected] Outras informações serão publicadas na página da ANEEL na internet.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.