18 de agosto de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5,61GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 12,3W

Energia solar está cada vez mais presente nos clubes de futebol 

Times de todas as divisões estão instalando sistemas FV visando economia e sustentabilidade 

Autor: 24 de junho de 2022junho 27th, 2022Investimentos e Negócios
Energia solar está cada vez mais presente nos clubes de futebol 

Mineirão é um dos estádios brasileiros com sistema de energia solar. Foto: Revista Infra

A aquisição de sistemas fotovoltaicos vem se tornado cada vez mais comum entre os clubes do futebol brasileiro. Além de fornecer energia de maneira sustentável, o uso da tecnologia é bem visto pelas agremiações como uma alternativa para reduzir custos e aumentar o poder de investimento.

Na primeira divisão, a popular Série A do Campeonato Brasileiro, ao menos três clubes já contam com sistemas fotovoltaicos instalados em suas estruturas, como é o caso recente do Juventude, que deu início a implementação de 240 painéis solares em suas dependências no começo do mês. 

Ao todo, serão 200 placas em operação no estádio Alfredo Jaconi e outras 40 no CT (Centro de Treinamento) da equipe. A expectativa é que o time gaúcho obtenha uma economia de R$ 15 mil por mês com a tecnologia, o equivalente a R$ 180 mil por ano.  

Juventude energia solar

Estádio Alfredo Jaconi com painéis solares instalados. Foto: Fernando Alves / E. C. Juventude

Em Santa Catarina, o Avaí também apostou nos benefícios da solar por meio de uma parceria com uma empresa de Florianópolis. Desde o final do ano passado, o clube repassa a eletricidade gerada pelos painéis fotovoltaicos à Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina, concessionária do Estado) e recebe o desconto na conta de luz.

O sistema foi instalado pela Prisma Energia Solar nas dependências do estádio da Ressacada e em telhados de galpões localizados nas redondezas. Ao todo, são 646 painéis com capacidade de geração de 300 mil kWh, cerca de 2 mil a mais do que o clube consumia antes de fazer a instalação da tecnologia.

Avaí

Estádio da Ressacada com painéis solares em operação. Foto: Avaí FC

Em Minas Gerais, o Atlético-MG – atual campeão do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil – também conta com energia solar há quase dois anos em suas cinco estruturas: a Cidade do Galo; o CT; a sede administrativa no bairro de Lourdes, em Belo Horizonte (MG); além dos seus clubes sociais, o Labareda e a Vila Olímpica. 

O projeto de instalação dos painéis fotovoltaicos foi realizado por meio de um acordo comercial com a empresa Solatio Energia Livre. Até maio deste ano, a economia estimada do Galo com os sistemas foi de mais de R$ 2 milhões.

 

Atlético-MG tem economia e sustentabilidade em todas as suas estruturas. Foto: Solatio Energia Livre

Além dos clubes da primeira divisão, outras equipes de menor expressão também já enxergam a energia solar como um bom investimento. No interior de São Paulo, por exemplo, o Mirassol é uma das equipes com energia solar em seu CT. O sistema foi instalado pela Ecori Energia Solar. 

O Leão acumula desde 2020 bons resultados dentro de campo e a instalação foi apenas mais um passo rumo ao topo para além das quatro linhas do gramado. Ao todo, a diretoria do clube paulista investiu cerca de R$300 mil e a previsão de retorno do investimento está estimado em menos de quatro anos. 

CT do Mirassol com painéis de captação de energia solar fotovoltaica. Foto: Mirassol Futebol Clube

Outro exemplo de equipe que vem colhendo frutos com uma boa gestão de futebol é a Portuguesa-RJ, localizada do bairro da Ilha do Governador, na zona norte do Rio de Janeiro. 

Neste ano, o clube além de fazer história na Copa do Brasil – alcançando o seu melhor resultado em toda a história ao chegar até a terceira fase da competição – também inaugurou, em março, uma usina fotovoltaica em parceria com a Green Solar.

Sobre a tradicional marquise do clube foram instalados 764 painéis solares, enquanto que na sala de geração passaram a funcionar quatro inversores que juntos geram quase 400 mil kWh por ano.

A usina solar teve como principais desafios não interferir na vida social do clube e não comprometer o visual da marquise – reconhecida como um patrimônio histórico da cidade. 

Saiba quais estádios do Brasil usam energia solar fotovoltaica

Henrique Hein

Henrique Hein

Coordenador da Revista Canal Solar. Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.