5 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Fabricantes alertam sobre aumentos nos preços dos equipamentos solares

Carta assinada por quatro empresas elenca fatores que culminaram para elevação dos preços no mercado internacional 

Autor: 30 de setembro de 2021outubro 7th, 2021Mundo
2 minutos de leitura
Fabricantes alertam sobre aumentos nos preços dos equipamentos solares

Quatro das principais fabricantes do mercado de energia solar divulgaram, nesta semana, uma carta em conjunto para explicar os motivos que levaram aos constantes aumentos nos preços dos sistemas fotovoltaicos em toda cadeia produtiva mundial.

De acordo com as empresas Jinko, Risen, Longi, Trina e JA Solar, os principais pontos que explicam os aumentos são: a explosão em uma fábrica de silício na China, o descompasso criado entre a oferta e demanda de matérias-primas durante a pandemia, além do aumento nos preços de insumos básicos para fabricação das placas geradoras de energia solar.

Leia também: Inundações na China fecham fábrica da Tongwei e impactam indústria fotovoltaica

Entre os insumos, o aumento do polissilício é o que mais preocupa, por estar 277% mais caro em comparação com o mesmo período do ano passado. Nesta semana, o valor do material atingiu seu maior nível, sendo cotado a 260 RMB/kg. 

Em razão destas altas, as fabricantes elencaram considerações avaliadas como importantes para o mercado fotovoltaico. Entre elas, que a escassez de matéria-prima e a forte demanda por componentes downstream levaram a uma crise na programação e no embarque de módulos, o que afetou entregas da China para outros países. 

As empresas ainda orientaram às distribuidoras de equipamentos fotovoltaicos para realizarem um planejamento visando o equilíbrio entre a oferta e a demanda de produtos, evitando o atraso na entrega das mercadorias. 

Imagem: SolarWorld. 

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.