6 de março de 2021
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 3,28 GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 4,90 GW

Preço do material policristalino sobe 20% após explosão em fábrica na China

O acréscimo deve-se em função das possíveis explosões que aconteceram na fábrica da GCL-Poly

Autor: 23 de julho de 2020outubro 3rd, 2020Mundo
Preço do material policristalino sobe 20% após explosão em fábrica na China

O preço do material policristalino aumentou 20% nesta quarta-feira (22) em relação à semana anterior na China, de acordo com o PVinsights, empresa internacional de pesquisa em energia solar.

O acréscimo deve-se em função das possíveis explosões que aconteceram na fábrica da GCL-Poly, em Xinjiang, na China, que é um dos principais produtores mundiais de silício policristalino.

Segundo o banco de investimentos da Califórnia Roth Capital Partners, que emitiu uma nota sobre o caso, ocorreram quatro explosões nas instalações da GCL no último domingo (19), seguidos por um quinto nesta segunda-feira (20).

De acordo com a empresa, a sobrepressão no filtro de retificação e remoção de boro durante a manutenção do equipamento pode ter causado o vazamento de gás triclorossilano, que, por sua vez, reagiu explosivamente com a umidade do ar.

A Roht relata ainda que, após o incidente, foram retirados 50 MT (toneladas métricas) de capacidade de produção de células policristalinas, podendo impactar em uma redução de 10% do suprimento global de matéria-prima de energia solar.

O banco de investimento estima que a fábrica da GCL em Xinjiang, que produz 48 mil toneladas por ano, pode ficar fechada em um período de três a seis meses. Não há detalhes de nenhuma vítima como resultado das explosões.

O Canal Solar procurou a GCL-Poly para obter mais informações, porém, a empresa, até o momento da publicação desta reportagem, não divulgou nenhum comunicado oficial.

Entramos em contato também com a GCL Brasil, contudo, a fabricante informou que não recebeu ainda nenhum comunicado interno sobre o ocorrido.

Sobre a GCL-Poly

A GCL-Poly foi fundada em 2006 e está sediada em Hong Kong. A empresa foi a principal produtora de silício policristalino em 2018, antes de cair para o quarto lugar no ano passado, de acordo com a BloombergNEF. A produção global total do material foi de cerca de 518 mil toneladas em 2019.

Sobre o PVinsights

O PVinsights ajuda as principais empresas de energia fotovoltaica e profissionais financeiros a tomar decisões em tempo real sobre estratégia de negócios, compras de componentes e investimentos através de relatórios, serviço de consultoria e relatórios de preços eficientes.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Experiência como produtor, repórter e apresentador em diferentes veículos de comunicação: mídia impressa, online e televisiva.

Comentar