24 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.98GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Governo adota novas medidas para evitar agravamento da crise hídrica

CMSE avalia em reunião extraordinária condições de atendimento ao Sistema Interligado Nacional

Autor: 28 de maio de 2021julho 27th, 2021Brasil
Governo adota novas medidas para evitar agravamento da crise hídrica

O CMSE (Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico) informou, durante reunião extraordinária nesta quinta-feira (27), que será preciso implementar flexibilizações das restrições hidráulicas relativas às usinas hidrelétricas Jupiá, Porto Primavera, Ilha Solteira, Três Irmãos, Xingó, Furnas e Mascarenhas de Moraes.

“Ressalta-se que as iniciativas relativas à flexibilização de restrições hidráulicas de empreendimentos localizados nas bacias dos rios Grande e Paraná visam a mitigar o risco da perda do controle hídrico na bacia do rio Paraná. Portanto, para além de questões energéticas, o intuito das medidas é garantir a devida governabilidade das cascatas hidráulicas, inclusive quanto à preservação do uso da água, ao longo do período seco de 2021″, informou em nota o CMSE.

O CMSE também resolveu recomendar à ANA (Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico) que seja reconhecida a situação de escassez hídrica na Bacia do Rio Paraná, bem como encaminhar as propostas deliberadas pelo CNPE (Colegiado ao Conselho Nacional de Política Energética), tendo em vista se tratarem de relevantes ações que objetivam a manutenção da segurança no abastecimento e no atendimento eletroenergético.

O CMSE ainda destacou a importância da articulação institucional, não limitada ao setor elétrico brasileiro, para que as medidas em curso possam ser efetivas para o aumento da segurança no suprimento de energia elétrica no país ao longo do ano.

Leia mais: Consumidor tem prejuízo de R$ 8,7 bi para custear térmicas que não entregam energia

Para deliberar as recomendações, o CMSE considerou o cenário apresentado pelo ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) sobre os valores baixos de chuva neste mês, comportamento típico da estação seca e que deverá se manter nos próximos meses especialmente na região Sudeste/Centro-Oeste. 

Além disso, foi destacado pelo ONS que as afluências permanecem abaixo dos valores médios históricos, com a caracterização dos piores montantes verificados para o SIN (Sistema Interligado Nacional) no período de setembro a maio em 91 anos de histórico.

Ainda segundo o operador, a situação hidrológica é crítica na bacia do rio Paraná, que engloba as bacias dos rios Paranaíba, Grande, Tietê e Paranapanema. Nas mesmas, estão localizadas as usinas hidrelétricas com os principais reservatórios de regularização do SIN, cujos recursos são operados de maneira que, nos períodos secos, seus estoques possam ser utilizados de forma otimizada e com vistas a garantir o devido atendimento à carga.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.