Grupo Belenus prevê economia de 30% com usina solar

Projeto conta com 2.223 mil módulos fotovoltaicos e geração de cerca de 150 kWh
3 minuto(s) de leitura
Grupo Belenus prevê economia de 30% com usina solar
Grupo estima que a instalação entre em funcionamento até o fim do ano. Foto: Grupo Belenus/Divulgação

Pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria) apontou que 54% das indústrias brasileiras têm interesse em adotar a geração solar como fonte de energia para os próximos dois anos.

Neste cenário, o Grupo Belenus, que atua na produção de fixadores, ferragens, ferramentas para construção civil e energia solar, instalou uma usina solar no telhado da fábrica, localizada em Vinhedo (SP).

Os investimentos para a instalação do empreendimento giraram em torno de R$ 3 a R$ 4 milhões. A expectativa é de que o projeto entre em operação no segundo semestre deste ano.

A usina possui 2.232 módulos de 550 W instalados, totalizando 1.227 MW de potência instalada e está sendo instalada pela rede de franquias Solarprime.

Os módulos estão instalados no telhado da fábrica em uma área de cerca de 5,8 mil metros quadrados. “Por ser uma usina instalada no telhado da empresa e não um sistema de solo, não houve a necessidade de se fazer terraplanagem e fundação do terreno com pilares de sustentação da estrutura de fixação dos módulos”, pontuou João Marcos Lucas, o CEO do Grupo Belenus.

“Esta é uma ótima opção para as indústrias em geral, que podem aproveitar a estrutura dos próprios galpões e obter uma economia considerável nos investimentos com a infraestrutura das usinas solares”, concluiu.

Com a instalação da usina solar, a previsão será a geração mensal de aproximadamente 150.422 kWh. Toda a energia gerada pela usina solar será utilizada para atender parte do consumo do novo prédio do grupo.

O grupo espera ter ganhos de capital no futuro, após a instalação da nova usina solar e uma economia na conta de energia de aproximadamente 30%. 

“Nós da Solarprime ficamos responsáveis por entregar um projeto que proporcionasse economia e ganhos financeiros para a Belenus, que agora terá uma geração própria de energia, não precisando mais recorrer ao mercado livre”, ressaltou Mário Campo Grande, CEO da Solarprime .

Armazenamento de energia

A usina solar é equipada com inversores on-grid e híbridos, além de banco de baterias. São 1 MW de potência de inversores on grid e mais sete híbridos. 

Pelo fato da usina ter uma parte de equipamentos on grid e outra de equipamentos híbridos, no momento em que a energia da rede concessionária ou do mercado livre não for utilizada, todas as cargas conectadas nos inversores híbridos serão alimentadas por bancos de baterias.

“Com isso, as cargas prioritárias permanecerão funcionando mesmo que exista algum problema de queda na energia da rede de distribuição”, acrescenta Rodrigo Almeida, chefe de engenharia da Solarprime e responsável pela instalação da usina solar.

Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Imagem de Viviane Lucio
Viviane Lucio
Jornalista graduada pela UNIP (Universidade Paulista) e especialista em jornalismo científico pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Possui experiência em produção de notícias, reportagens, fotografia, assessoria de comunicação e de imprensa.

2 respostas

  1. Olá , eu gostaria de receber uma orientação, é que estou pranejando trabalhar com energia solar, gerar energias solar , vou arrumar as clientelas para trabalhar nesse ramos de estalador de pracas solar, se vocês tem todos esses material do início ater o acabamento, e fas em quantas parcelas, e vocês tem Engenheiros que faz todos projectos, e o encaminhamento para a Concencionara da Energias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal