Instituições brasileiras fomentam oportunidades em renováveis

Sebrae e Cooperação Brasil-Alemanha visam contribuir com a expansão do mercado de energia limpa

O maior país da américa do sul que diversifica sua produção energética em renováveis, o Brasil, tem realizado medidas que fomentam o mercado sustentável. Empresas como o Sebrae e a Cooperação Brasil-Alemanha, por exemplo, anunciaram programas e bolsas de estudos para o setor de energia limpa.

Com o Sebrae For Startups, a instituição brasileira, em parceria com a Troposlab, está promovendo o programa “Jequitibá”, que tem como objetivo acelerar startups com soluções para mudanças climáticas e outros temas de sustentabilidade.

O programa irá aumentar a representatividade das 20 startups selecionadas, disponibilizando uma rede de mentoria, eventos presenciais e on-line, além de uma série de benefícios que envolvem o networking com referências do segmento, apresentados por meio da companhia.

As inscrições podem ser realizadas de 11 de novembro a 11 de dezembro, pelo site do programa, de forma gratuita. O critério de participação é ser uma “startups verde”, residente do estado de São Paulo e que atue em segmentos relacionados ao clima, florestas, agronegócio, energias renováveis, indústria limpa, ar e meio ambiente.

Parceria entre universidades da Alemanha e Brasil financiam estudo

A Cooperação Brasil-Alemanha trabalha há décadas em território nacional, e, atualmente, está promovendo a campanha “Cooperação Alemã-Brasileira em Pesquisa no Setor de Energia – NoPa 2.0”.

A iniciativa compõe financiar até quatro bolsas de estudo no valor de 109.200 euros para especialistas brasileiros e alemães com pesquisas voltadas para hidrogênio verde, eletrificação direta e armazenamento de energia.

As inscrições foram até dia 28 de novembro, porém os indicados serão anunciados em um encontro virtual no dia 22 de dezembro.

Imagem de Redação do Canal Solar
Redação do Canal Solar
Texto produzido pelos jornalistas do Canal Solar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal