27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Mais de 2 mil moradores do Pantanal são beneficiados com energia solar

Ilumina Pantanal divulga resultados obtidos após entrega da primeira fase do programa

Autor: 23 de fevereiro de 2022Brasil
Mais de 2 mil moradores do Pantanal são beneficiados com energia solar

Assinatura para implantação do projeto no Instituto Homem Pantaneiro. Foto: divulgação

O Ilumina Pantanal, que amplia o acesso à energia elétrica contínua, limpa e renovável no Pantanal sul-mato-grossense, antecipou em dois meses a entrega da primeira fase do fornecimento de luz por fonte solar às famílias beneficiadas.

Ao todo, 2.167 unidades consumidoras foram beneficiadas, sendo 77 famílias atendidas por rede de distribuição convencional e 2.090 clientes por meio do SIGFI (Sistema Individual de Energia Elétrica com Fonte Intermitente), cuja fonte de eletricidade é a solar.

A conclusão da etapa inicial da universalização do programa foi celebrada em um evento realizado, na última sexta-feira (18), no auditório do Sindicato Rural de Corumbá.

O projeto é desenvolvido pela Energisa em parceria com o MME (Ministério de Minas e Energia), ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e Governo do Estado de Mato Grosso do Sul.

O Grupo Energisa investiu R$ 134 milhões no programa, abrangendo os municípios de Corumbá, Aquidauana, Coxim, Ladário, Porto Murtinho, Rio Verde e Miranda.

“Encerramos esta primeira etapa, mas o Ilumina Pantanal continua. Durante o desenvolvimento do projeto, percebemos uma quantidade maior de consumidores em relação ao escopo original e priorizamos os atendimentos aos serviços públicos, escolas, localidades mais carentes como os ribeirinhos do rio Paraguai, os colonos do Paiaguás, comunidades indígenas, além dos produtores rurais”, disse Marcelo Vinhaes, diretor-presidente da Energisa Mato Grosso do Sul.

“Sabemos que existem muitos outros pantaneiros esperando o seu momento, por isso vamos continuar trabalhando para atender a todos com essa energia 100% limpa e renovável de uma das maiores riquezas do nosso Pantanal e nosso Brasil que é o sol”, ressaltou.

Segundo Ricardo Botelho, CEO da Energisa, o Ilumina Pantanal é referência para levar energia elétrica a localidades remotas de outros estados, premiado internacionalmente na categoria de melhor Projeto Solar (Solar & Storage Live 2021).

“A Energisa se tornou pioneira nesse pilar de desenvolvimento das regiões de todo o país por não abrir mão da preservação ambiental, melhorar a qualidade de vida da população e promover o crescimento socioeconômico e turístico, como também o Mais Luz para Amazônia”, comentou.

Já para Heber Selvo, coordenador do programa, a iniciativa tem uma conotação especial porque além da geração de emprego e renda, apresentou impactos muito marcantes para pessoas de todas as idades e gerações.

“As crianças passaram a ter acesso ao mundo de forma mais abrangente com a modernização e tecnologia ao alcance também de suas escolas; os adultos passaram a ter mais economia com os alimentos armazenados na geladeira; e segurança podendo agora enxergar e se proteger dos animais selvagens à noite. É uma nova era para todas essas famílias”, explicou.

Clientes beneficiados

O produtor Rafael Côrrea foi um dos primeiros clientes beneficiados pelo Ilumina Pantanal. Ele conta como o projeto melhorou a vida dos moradores da região, gerando emprego e renda.

“Vi meu pai correr atrás de gerador a vida inteira para levar conforto e ajudar na nossa produção. Estamos muito felizes com essa nova fase e com o início de desenvolvimento que a energia vai nos proporcionar. Assim, poderemos trazer mais renda para a nossa família”, destacou.

Leia mais

O programa também chegou a comunidades indígenas do Pantanal sul-mato-grossense e beneficiou diversas pessoas, como o índio guató, João de Souza, de 42 anos, que foi o último cliente atendido pelo projeto nessa fase.

Ele vive da pesca, mas para refrigerar o alimento, o custo acaba sendo muito alto. “Gastava mais de R$ 500 com o óleo diesel pro gerador ligado e agora não vou mais me preocupar com isso. Tenho eletricidade à vontade, como guardar o peixe e ainda vou economizar”, relatou.

João de Souza é o cliente 2.090 atendido pelo projeto. Foto: Divulgação

João de Souza é o cliente 2.090 atendido pelo projeto. Foto: Divulgação

Segundo o MME, as famílias que participaram do programa receberam um kit de geração de energia fotovoltaica, formado por quatro painéis e uma bateria de lítio, além de tomadas e lâmpadas em LED. Algumas casas receberam também geladeiras novas.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.