25 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,8GW

Ministro confirma que governo prepara MPs para o setor elétrico

Conteúdo deve conter medidas para minimizar o reajuste tarifário no Amapá

Autor: 18 de dezembro de 2023dezembro 21st, 2023Setor Elétrico
3 minutos de leitura
Ministro confirma que governo prepara MPs para o setor elétrico

Imagem: Tauan Alencar /MME

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, confirmou na sexta-feira (15) a intenção do governo de publicar ao menos duas Medidas Provisórias com “diversas políticas públicas” para assegurar a segurança energética e a modicidade tarifária.

Durante conversas com a imprensa após o leilão de transmissão em São Paulo, Silveira disse que o presidente incumbiu o MME de encontrar uma solução para evitar o elevado reajuste tarifário no Amapá.

“Temos que trabalhar para ter um equilíbrio entre segurança energética e modicidade tarifária”, disse. “Por isso estamos preparando medidas provisórias para que tenhamos políticas claras, que sejam necessárias para segurança energética, até porque não podemos esquecer que há dois anos estivemos à beira de um colapso energético”.

Silveira não detalhou o conteúdo das MP, mas disse que tem feito reuniões frequentes para discutir o assunto. O ministro chegou a questionar se o país precisa de térmicas flexíveis ou inflexíveis ou de PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas). “Estamos usando toda a criatividade e vale ressaltar a dedicação do presidente nesse assunto”, declarou.

Silveira também chegou a comentar que a região Norte e Nordeste são os maiores produtores de energia, porém têm as maiores tarifas do país. “Precisamos achar uma saída que não quebre contrato”, disse.

Na última terça-feira (12), a Diretoria da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) decidiu adiar o processo de reajuste tarifário da Equatorial Amapá, diante da expectativa de uma publicação de uma MP. Inicialmente, a ANEEL propôs um reajuste de 44,41% nas tarifas da região.

Também surgiu na mídia que o governo lançaria uma MP para acomodar algumas demandas de setores específicos – como as que foram incluídas no Projeto de Lei das eólicas offshore (11.247/2018), como a prorrogação de contratos de usinas a carvão.

Diferente de um Projeto de Lei que precisa passar por várias fases de tramitação no Congresso Nacional, uma Medida Provisória tem efeito imediato, mas precisa ser confirmada pelos parlamentares em até 120 dias.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Wagner Freire

Wagner Freire

Wagner Freire é jornalista graduado pela FMU. Atuou como repórter no Jornal da Energia, Canal Energia e Agência Estado. Cobre o setor elétrico desde 2011. Possui experiência na cobertura de eventos, como leilões de energia, convenções, palestras, feiras, congressos e seminários.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.