1 de julho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.09GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 11,3W

O que é e para que serve a placa de energia solar?

Ela faz parte do sistema solar fotovoltaico de geração de energia elétrica

Autor: 7 de janeiro de 2022abril 19th, 2022Guia do Consumidor
O que é e para que serve a placa de energia solar?

As placas solares fotovoltaicas são formadas por materiais resistentes e tem vida útil de 25 anos. Foto: Elements

A placa de energia solar fotovoltaica – também conhecida por painel solar fotovoltaico ou módulo fotovoltaico – é o equipamento que, dentro de um sistema de energia solar fotovoltaico, vai captar a luz do Sol e transformá-la em energia elétrica.

As placas solares fotovoltaicas são formadas por materiais robustos e resistentes até mesmo a condições climáticas adversas. Elas possuem uma longa duração, afinal sua média de vida útil é de 25 anos.

O que forma a placa de energia solar

As placas solares fotovoltaicas são, basicamente, estruturas que mantêm unidas as células fotovoltaicas, responsáveis pelo processo de transformação da luz solar em energia elétrica. Quanto mais radiação do sol a placa receber, mais energia pode gerar.

A matéria-prima da maioria das células fotovoltaicas é o silício, e elas podem ser monocristalinas e policristalinas, dependendo do seu método de fabricação e manipulação do elemento. Enquanto as células de silício monocristalinas são mais eficientes e têm um custo mais elevado, as células policristalinas são mais baratas, em comparação, mais sustentáveis, mas também um pouco menos eficientes.

Existem ainda novas tecnologias chegando ao mercado fotovoltaico, como a célula Perc e do Tipo N, que buscam entregar produtos mais eficientes por valores mais acessíveis.

Uma célula fotovoltaica sozinha produz pouca energia, porém quando agrupada com outras e colocadas, geralmente em série, dentro dos painéis solares em um sistema fotovoltaico, elas podem gerar quantidades significativas de energia elétrica.

Estruturas que formam uma placa solar fotovoltaica

Estruturas que formam uma placa solar fotovoltaica. Foto: Trina Solar/Divulgação

Além das células fotovoltaicas, um painel solar ainda costuma ser formado por estruturas metálicas de fixação (muitas vezes de alumínio), placas de vidro temperado e de plástico (EVA). É fundamental que todas as partes possam prover resistência a vento, chuva e outras intempéries.

Um sistema de energia solar fotovoltaica reúne várias placas solares – quanto mais, maior a geração – para que produzam a energia elétrica necessária para atender a demanda do consumidor.

Como é o seu funcionamento?

Em um sistema fotovoltaico, o painel solar tem o papel de captar a radiação do Sol e passá-la por suas células fotovoltaicas. O lado positivo de uma célula é ligado ao negativo da outra e assim sucessivamente.

Esta ligação série permite somar as tensões e a tensão de saída (V, volts) de um painel solar é igual à soma das tensões de cada uma das células, resultando na formação da corrente contínua (CC).

Da mesma maneira que as células associadas geram as placas solares fotovoltaicas, o conjunto das placas em série ou paralelo recebe o nome de arranjo fotovoltaico. Um ou mais arranjos podem ser conectados criar um sistema fotovoltaico suficientemente grande para suprir a demanda de energia solicitada.

Depois do painel solar atuar, é a vez de um equipamento chamado inversor solar. Sua principal função dentro do sistema é usar a corrente contínua produzida pelo painel solar e convertê-la em corrente alternada (CA), para poder ser consumida para várias finalidades.

Nos sistemas solares de produção própria conectados à rede elétrica pública, se a produção dos painéis solares for maior do que o consumo, então o excedente é injetado na rede gerando créditos.

Os créditos gerados junto à rede elétrica poderão ser recuperados pelo consumidor através de um abatimento na próxima conta de luz, conforme previsto pelo sistema de compensação de energia elétrica criado pela REN 482 (Resolução Normativa n.º 482/2012) da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Aline Guevara

Aline Guevara

Atuou como repórter para a VEJA Campinas, a editora Top.co e a revista Viva Saúde. Possui experiência como apresentadora, produção de vídeo, entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Acompanha o mercado fotovoltaico desde 2021. Jornalista graduada pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.