26 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,8GW

PE abre etapa de diálogo público para construção de usinas flutuantes

Segundo o governo de Pernambuco, o processo visa atender 3.666 prédios que consomem energia de baixa tensão

Autor: 15 de setembro de 2022novembro 3rd, 2022Oportunidades
2 minutos de leitura
PE abre etapa de diálogo público para construção de usinas flutuantes

As usinas fotovoltaicas flutuantes irão gerar energia para mais de 3.600 prédios do estado. Foto: Reprodução

A Seplag (Secretaria de Planejamento e Gestão), por meio do PPE (Programa de Parcerias Estratégicas), abriu, nesta segunda-feira (12), a etapa de diálogo público no processo de concessão para construção, operação, manutenção e gestão de usinas flutuantes de geração de energia solar fotovoltaica.

No caso, as plantas irão gerar energia para 3.666 prédios do estado de Pernambuco, beneficiando consumidores do Grupo B (baixa tensão), como escolas, unidades de saúde, de segurança e de outras áreas.

Além de construir os sistemas, a empresa vencedora da licitação ficará responsável pela gestão e operação de serviços de compensação de créditos de energia elétrica para a redução dos custos nos órgãos do poder público do estado. O prazo da concessão administrativa será de 21 anos.

Os interessados em participar desta etapa deverão encaminhar suas contribuições para o e-mail: [email protected] até o dia 14 de outubro. No dia 4 de outubro, às 10h, haverá uma audiência pública virtual, que será transmitida pelo YouTube.

“A população pode ter acesso ao material, no site, e, a partir daí, fazer contribuições que serão avaliadas pelo poder público e poderão ser incluídas no projeto”, disse Marcelo Bruto, secretário executivo de Parcerias e Estratégias da Seplag.

“É importante nesta etapa a participação da sociedade e de interessados para que possamos aprimorar a proposta e entregar o melhor projeto possível”, destacou.

Leilão para consumidores do Grupo A

Em agosto, foi realizado o leilão para a PPP (Parceria Público-Privada) de geração de energia solar para 52 prédios, beneficiando consumidores do Grupo A (alta tensão).

A empresa Enerfín do Brasil venceu o leilão e a usina deverá ser construída no município de Salgueiro, no Sertão pernambucano. Com o empreendimento, segundo o governo, o estado poderá ter uma economia de 20% no custo de energia ao longo de 28 anos.

Dentre os órgãos que serão beneficiados com o projeto do Grupo A estão as sedes das secretarias estaduais e unidades da administração indireta, como Detran, Hemope e ATI (Agência de Tecnologia da Informação). O prazo para construção da planta é de 36 meses após assinatura do contrato.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.