27 de janeiro de 2021
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 3,28GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 4,63GW

Saiba como reconhecer um conector MC4 não original

Um conector MC4 não original pode provocar perdas e comprometer a vida útil do sistema fotovoltaico

Autor: 31 de dezembro de 2020janeiro 12th, 2021Artigos técnicos
Saiba como reconhecer um conector MC4 não original

Conexões são sempre um assunto muito crítico nas instalações elétricas.

Nos sistemas fotovoltaicos, especialmente no lado de corrente contínua, a preocupação com a qualidade das conexões elétricas deve ser redobrada diante do risco de geração de arco elétrico, uma frequente causa de incêndios em instalações que empregam componentes de baixa qualidade.

Além do risco de arco elétrico, conexões ruins originam perdas e comprometem a vida útil dos sistemas fotovoltaicos, reduzindo o retorno do investimento.

No mercado existem diversos fabricantes de conectores similares ao MC4. Uma questão que já abordamos aqui no Canal Solar é a inexistência de garantia de compatibilidade entre esses componentes, mesmo que sejam de boa procedência, produzidos por fabricantes conceituados.

Como reconhecer um conector MC4 não original 1

Figura 1: Conectores são componentes críticos da instalação fotovoltaica. Fonte: Miguel Salvador Lima Junior

O sistema MC4, desenvolvido originalmente pela Stäubli/Multi-Contact, tornou-se um padrão mundialmente adotado no mercado fotovoltaico. Entretanto, o conector original não é reproduzido fielmente dentro de um rigoroso padrão, originando riscos para as instalações.

Figura 2

Figura 2: Conectores genéricos similares ao MC4. Fonte: Divulgação

Um conector confiável deve proporcionar encaixes mecânico e elétrico perfeitos, garantindo conexão com baixa perda elétrica, com alta durabilidade e segurança.

Além do problema da compatibilidade entre conectores de diferentes fabricantes, que já seria fonte suficiente de preocupação, ainda existe a questão da má qualidade dos conectores genéricos que inundam o mercado.

Apesar da semelhança com o padrão MC4 original, conectores genéricos possuem terminais elétricos de baixa qualidade, com dimensões incorretas, e empregam materiais de qualidade inferior.

Figura 3

Figura 3: Conectores genéricos usam termoplástico de qualidade inferior. Fonte: Miguel Salvador Lima Junior

Conectores genéricos são tipicamente fabricados com o termoplástico polipropileno, enquanto conectores de marcas conceituadas (como Stäubli) empregam uma mistura de policarbonato e nylon, mais resistente a intempéries e de longa durabilidade.

Figura 4: A compatibilidade entre conectores de diferentes fabricantes, principalmente em se tratando de componentes genéricos, não é perfeita. Fonte: Stäubli/Daniel Franzini

Figura 4: A compatibilidade entre conectores de diferentes fabricantes, principalmente em se tratando de componentes genéricos, não é perfeita. Fonte: Stäubli/Daniel Franzini

Como identificar um conector não original

Conector não original é um ótimo eufemismo para produto pirata, que tenta imitar as características de outro produto com a intenção de induzir o consumidor ao erro.

O mercado consumidor pode ter a liberdade de escolher entre diferentes marcas ou fabricantes de conectores. Entretanto, produtos que tencionam ser cópias fiéis de um produto original dificultam a liberdade de escolha e trazem riscos para instalações e vidas humanas.

Os fabricantes de conectores genéricos frequentemente escolhem o original MC4 (da Staübli/Multi-Contact) para suas cópias.

Além de conhecer a procedência do conector que está adquirindo, trabalhando com distribuidores confiáveis, o consumidor deve estar preparado para identificar, por meio de um olhar mais atento, as discrepâncias entre um conector genérico e um original.

Entre outras coisas, algumas características típicas podem auxiliar na detecção de cópias do conector MC4/Stäubli original, conforme veremos a seguir.

Impressão na tampa

O conector MC4 original traz instruções impressas na cor branca, alertando sobre o risco de desconexão sob carga (quando existe corrente elétrica no circuito).

Figura 5: Instruções impressas no conector MC4 original. Fonte: Stäubli

Figura 5: Instruções impressas no conector MC4 original. Fonte: Stäubli

Símbolo de polaridade

O conector MC4 original possui indicadores de polaridade (+ e -) em relevo nas duas partes (no plugue e no soquete. O plugue é o terminal positivo, enquanto o soquete é o terminal negativo.

Figura 6: Indicações de polaridade em relevo. Fonte: Stäubli

Figura 6: Indicações de polaridade em relevo. Fonte: Stäubli

Coloração

O conector MC4 original possui uma coloração preta, que segue o código RAL9017. A cor é baseada no padrão RAL, desenvolvido na Alemanha e usado na indústria para a padronização de cores e tonalidades. Ou seja, a cor de um conector MC4 original é inconfundível.

O anel de vedação também é preto, com a mesma tonalidade dos corpos do plugue e do soquete.

Figura 7: O conector MC4 original é rigorosamente fabricado com a tonalidade preta RAL9017. Fonte: Stäubli

Figura 7: O conector MC4 original é rigorosamente fabricado com a tonalidade preta RAL9017. Fonte: Stäubli

Marcas MC e UL

O conector MC4 original possui os símbolos MC e UL em relevo e seguindo um padrão constante de fonte, tamanho, aspecto e distanciamento das letras. As marcas devem ser encontradas tanto no plugue como no soquete.

Figura 8: Marcas MC e UL no conector original e na cópia. Fonte: Stäubli

Figura 8: Marcas MC e UL no conector original e na cópia. Fonte: Stäubli

Desenho do corpo do conector

No corpo do conetor plugue (positivo) existem ranhuras usadas no sistema de travamento da conexão. Um olhar bem atento revela diferenças perceptíveis na geometria das ranhuras.

Figura 9: Diferenças de geometria entre o conector original e o genérico. Fonte: Stäubli

Figura 9: Diferenças de geometria entre o conector original e o genérico. Fonte: Stäubli

Aprenda mais

Você pode se interessar também por estes artigos relacionado ao mesmo tema, também publicados no Canal Solar:

 

Canal Solar

Canal Solar

Redação do Canal Solar

Um comentário

  • Artigo muito interessante… infelizmente muitos integradores desconhecem ou não se importam com a qualidade dos produtos e sim com o retorno financeiro na instalação.

    Essas informações são o que nos diferenciam .

Comentar