Siemens Energy mira descarbonizar suas operações no Brasil

De acordo com a empresa, o objetivo é eliminar as emissões de carbono até 2030 no país
16-02-2021-canal-solar-Siemens Energy mira descarbonizar suas operações no Brasil

A busca para impulsionar a economia de baixo carbono segue a todo vapor, ou melhor, a passos sustentáveis entre as empresas de diversos segmentos no mundo

Seguindo esta tendência mundial, a Siemens Energy anunciou medidas para eliminar suas emissões no Brasil até 2030. Segundo o anúncio, a empresa já conseguiu cumprir 57% desta meta entre 2014 e 2020.

Para alcançar esse objetivo, a companhia criou um fundo interno de investimentos para projetos de neutralização de CO₂, que será retroalimentado com base na precificação das emissões de suas atividades no país, que é a segunda localidade da companhia no mundo a replicar o programa, implementado anteriormente no Reino Unido.

Outro ponto ressaltado pela Siemens é que já estão sendo implementadas soluções de eficiência energética nas próprias localidades da companhia, como o uso de energia renovável em sua sede no Brasil e a substituição gradativa do uso de combustíveis poluentes por alternativas menos nocivas. 

Apoio sustentável

De acordo com a Siemens, a empresa já ajudou clientes em todo o mundo a reduzirem suas emissões em mais de 48 milhões de toneladas de dióxido de carbono durante o ano fiscal de 2019.

Ademais, auxiliam na construção de usinas híbridas, que combinam tecnologias de geração com armazenamento em bateria, e equipamentos de transmissão que evitam o uso de SF6 – um gás de efeito estufa que é prejudicial – além dos eletrolisadores de hidrogênio, essenciais para o desenvolvimento do chamado hidrogênio verde

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal