14 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,1GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,4GW

Solarian adiciona mais 3,5 MW no RJ e RS

Novas plantas evitarão a emissão de 650 toneladas de CO2 na atmosfera

Autor: 8 de março de 2023Projetos
2 minutos de leitura
Solarian adiciona mais 3,5 MW no RJ e RS

UFVs Rio das Flores III e IV . Foto: Solarian/Divulgação

Nos últimos dias, a Solarian Energy concluiu a energização das usinas solares Rio das Flores III, IV e Uruguaiana II, adicionando mais 3,5 MWp de potência ao portfólio da empresa no interior do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

A UFV Uruguaiana II, que tem 700 kWp de potência, é uma expansão do projeto já operacional na cidade, que abastece mais 54 farmácias na área da RGE SUL.

As UFVs Rio das Flores III e IV acrescentam 2,8 MWp ao complexo solar da Solarian na cidade do interior fluminense, que agora passa a ter 5,6 MW operacionais.

UFV Uruguaiana II tem 700 kWp de potência. Foto: Solarian/Divulgação

UFV Uruguaiana II tem 700 kWp de potência. Foto: Solarian/Divulgação

No total, as novas plantas irão gerar cerca de 5.140 MWh por ano e evitarão a emissão de 650 toneladas de CO2 na atmosfera anualmente, o equivalente a 29.500 árvores. Os empreendimentos demandaram aportes de R$ 15 milhões.

“Com a entrada em operação das novas unidades, a capacidade de geração de energia limpa da Solarian aumentará em cerca de 30%”, disse Edgard Franco, CEO da Solarian.

Com isso, contribuiremos ainda mais para um planeta mais sustentável e para o desenvolvimento da infraestrutura elétrica do país”, concluiu Franco.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.