27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Alta na tarifa de energia impulsiona procura por soluções renováveis no Rio de Janeiro

Novos valores entraram em vigor na última terça-feira (15)

Autor: 18 de março de 2022abril 12th, 2022Notícias
Alta na tarifa de energia impulsiona procura por soluções renováveis no Rio de Janeiro

A recorrência no aumento das tarifas acabou impulsionando ainda mais o movimento pelas energias renováveis. Foto: Envato Elements

A tarifa de energia no município do Rio de Janeiro sofreu reajuste de 17,14% (ENEL Distribuição Rio) e 15,41% (Light Serviços de Eletricidade S/A). O reajuste foi aprovado na terça-feira (15) pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

O motivo da alta na conta de luz foi influenciada, principalmente, pelos encargos setoriais e pelos custos para comprar e distribuir energia. Ano passado, o Brasil passou por uma crise energética que elevou o custo para produzir energia.

De acordo com a ANEEL e a ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), o Rio de Janeiro ocupa a 7ª posição no ranking estadual de energia solar. Sua potência instalada é de 324.221,93 kW, correspondendo a 4,17% da matriz energética nacional.

Para Marcio Casici, sócio-proprietário da empresa Re9 Energia Solar, o anúncio de reajuste da tarifa de energia e o alto consumo de eletricidade nesse período de verão levaram ao aumento da busca por energia solar recentemente. “O principal motivo para a alta das tarifas foi a forte crise hídrica que passamos em 2021, isso demandou um grande despacho das usinas térmicas que têm uma operação mais custosa, tanto financeiramente como ambientalmente”, diz Casici.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o valor das tarifas energéticas em janeiro de 2022 está bem acima da inflação, com uma alta acumulada em 10,38%.  Essa recorrência no aumento das tarifas acabou impulsionando ainda mais o movimento pelas energias renováveis.

Leia mais:

Ex-tarifários são prorrogados até dezembro de 2025

Postos de combustíveis investem em solar para fugir da alta da tarifa de energia

Jonathan Gabriel, CEO da empresa Solar House, também percebeu a alta procura de clientes após o reajuste, mas acredita que esse não tenha sido o único motivo para o aumento na demanda. “Estamos saindo de uma pandemia e as pessoas estão voltando a sonhar e investir em conforto, há um crescimento no número de pessoas empregadas. Tudo isso influencia”. 

A onda de energias renováveis vêm ganhando destaque desde o começo do ano. Segundo o boletim da CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica), só no SIN (Sistema Interligado Nacional), o registro na primeira quinzena de fevereiro de 2022 foi de um aumento na casa dos 86,2% da produção de energia solar. 

A arquiteta Maria Fernanda de Carvalho, conta que obteve uma baixa significativa em sua conta de luz e que a escolha pela energia solar veio além da economia nas contas de luz: “Você contribui para um mundo melhor e mais eficiente”, diz Maria e acrescenta: “Estou pagando menos de R$100 de luz desde que aderi à energia solar”.

A carioca aderiu ao projeto solar em 2011, quando estava construindo sua casa. “Somos um país que se beneficia das questões naturais e clima com muito sol, temos tudo para aproveitar esse novo sistema de energia”, finaliza Maria.

Sofia Pontes

Sofia Pontes

Possui experiência em redação e edição de matérias jornalísticas, além de produção de podcast. Graduanda em Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Campinas e Bolsista Iniciação Científica da FAPESP.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.