28 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,84GW

Entenda as diferenças entre energias renováveis e não renováveis

Alguns dos principais pontos de divergência são sustentabilidade e disponibilidade

Autor: 15 de dezembro de 2021Guia do Consumidor
Entenda as diferenças entre energias renováveis e não renováveis

A energia solar fotovoltaica e a energia eólica são exemplo de renováveis limpas e sustentáveis. Foto: Elements

Todos nós já ouvimos falar sobre energia renovável e não renovável em algum momento, mas você sabe como elas diferem uma da outra? Abaixo, detalhamos as principais características distintivas de cada uma.

Existem vários tipos de energias renováveis. A solar é uma delas, além da eólica, hídrica, biomassa e geotérmica. Além disso, sabendo da importância dessas produções energéticas, há pesquisas constantes para encontrar outras fontes alternativas às energias não renováveis, como o carvão, o petróleo ou a energia nuclear procedente do urânio.

Os recursos das energias renováveis

Os recursos usados para a produção das energias renováveis estão disponíveis na natureza, são limpos e sustentáveis.

Por isso, eles devem ser usados ​​com cuidado e respeito. O foco da produção energética de renováveis deve ser na gestão adequada da quantidade e da qualidade dos recursos para que possam ser usados ​​também pelas gerações futuras.

A fonte da energia solar fotovoltaica é a luz do Sol, que é captada e convertida em eletricidade por meio dos painéis fotovoltaicos. A hidrelétrica, a principal geração de energia elétrica do Brasil, utiliza a força das águas e a energia cinética para gerar eletricidade.

Já a energia eólica é obtida usando o vento para gerar eletricidade, enquanto a energia geotérmica é alcançada a partir do calor proveniente do interior da Terra. A biomassa utiliza como fonte resíduos animais e vegetais.

Os recursos das energias não renováveis

Os combustíveis fósseis, uma das principais fontes energéticas no mundo, precisaram de séculos para serem criados e originalmente eram restos de animais e plantas. Sua principal característica é que não podem ser substituídos ou repostos. O carvão, o petróleo, os minerais e os gases naturais são alguns exemplos.

O carvão é usado para gerar eletricidade, enquanto o petróleo tem como derivados a gasolina, o butano (gás de cozinha), o diesel ou o querosene para aviões. Muitos cosméticos, lubrificantes e plásticos também são produtos do petróleo.

A nuclear, outro exemplo de energia não renovável, utiliza a energia liberada em um processo de transformação de núcleos atômicos, sendo o urânio um dos elementos mais utilizados.

Principais diferenças entre energia renovável e não renovável

A principal diferença entre a energia renovável e a energia não renovável é que a não renovável é obtida a partir de restos antigos e fossilizados de plantas e animais que viveram na Terra há muito tempo. Leva muito tempo para que esses recursos sejam criados e reabastecidos de forma natural.

No entanto, as energias renováveis ​​são reabastecidas com muito mais rapidez. É possível comparar da seguinte forma: o óleo, por exemplo, leva muitos anos para se formar. A energia solar, por outro lado, é produzida rapidamente. 

Os recursos naturais usados como fonte na produção da energia renovável também são considerados inesgotáveis, como o Sol e o vento. Ao contrário dos recursos da energia não renovável, que são finitos.

Outra diferença entre os dois tipos é que a energia não renovável muitas vezes é poluente ou passível de contaminar o ambiente. Já a energia renovável é limpa e gera poucos impactos ambientais. 

Seguindo a tendência de buscar soluções limpas e sustentáveis, cada vez mais pessoas optam pela instalação de painéis solares que geram e fornecem eletricidade através da energia solar. 

A substituição da fonte energética reduz a dependência da rede convencional de eletricidade e o consumo de energia (kwh) – e consequentemente o valor da conta de luz.

Energia não renovável e a mudança climática

Os combustíveis fósseis são materiais que contêm hidrocarbonetos, como carvão ou gás, encontrados na crosta terrestre e formados no passado geológico a partir de restos de organismos vivos. Essas fontes de energia são responsáveis ​​pela maioria das emissões mundiais de gases de efeito estufa.

Quando carvão, gás natural e óleo são queimados para obter energia, eles emitem gases como o dióxido de carbono. Esse processo realizado continuamente é uma das causas das mudanças climáticas.

Se as emissões dos gases continuarem sem controle, a atmosfera pode se aquecer até 2,4ºC acima dos níveis pré-industriais até 2040, de acordo com os acordos internacionais firmados na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas.

Os cientistas afirmam que esse aumento na temperatura ameaçaria a vida no planeta de várias maneiras, inclusive causando uma severa escassez de água. Haveria mais poluição no ar, aumento do nível dos oceanos, perdas de habitats naturais para muitas espécies, mais ondas de calor e derretimento das calotas polares derreteriam.

Nos últimos 150 anos, os humanos foram e continuam sendo os responsáveis ​​pela grande maioria do aumento desses gases na atmosfera, e a queima de combustíveis fósseis por meio de atividades é uma das principais formas de acelerar esse processo.

Aline Guevara

Aline Guevara

Atuou como repórter para a VEJA Campinas, a editora Top.co e a revista Viva Saúde. Possui experiência como apresentadora, produção de vídeo, entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Acompanha o mercado fotovoltaico desde 2021. Jornalista graduada pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.

Guia do Consumidor

Como funciona uma consultoria de energia solar?

O que é uma consultoria?De forma geral, um consultor é aquele que, de forma imparcial, presta uma assistência técnica e objetiva em relação às estratégias, estruturas, gestão e operação de uma determinada organização na busca de seus resultados. A consultoria pode ser aplicada em qualquer setor, indo desde assessorias e implementações.Para que o serviço de consultoria seja bem executado, o consultor deve ter a característica de “vantagem do conhecimento” bem definida, que é ter a especialização que a contratante necessita.O que é uma consultoria no setor solar?A consultoria no âmbito solar pode ser aplicada em vários aspectos, como por exemplo…
24 de janeiro de 2022
Guia do Consumidor

Como vai ficar minha conta de luz com a energia solar?

Logo após a instalação do sistema fotovoltaico você vai começar a economizar energia elétrica e já vai sentir a diferença na próxima conta de luz. Você vai gerar a maior parte da sua necessidade de energia e vai usar menos energia da rede elétrica. Além da redução da conta de luz, você poderá encontrar créditos de energia na sua próxima fatura. A energia solar gerada que não  for consumida vai ser registrada por um medidor eletrônico bidirecional, gerando créditos de energia. Os créditos de energia vão aparecer na próxima conta de luz e serão abatidos do total que você deve…
14 de janeiro de 2021
Guia do Consumidor

Quanto custa ter energia solar?

Um sistema de energia solar fotovoltaica custa menos do que você imagina. Em alguns casos, pode não custar nada, pois a aquisição pode ser financiada e as parcelas do financiamento se pagam com a economia de energia. Vamos entender isso. Se você está pensando em adquirir um sistema fotovoltaico para gerar energia elétrica, continue lendo este artigo até o final e você vai se surpreender.  Investimento x despesa Você está pensando em adquirir um sistema de energia solar fotovoltaica, mas acha que o investimento será muito grande?  Uma palavra é muito importante na pergunta acima: investimento. A pessoa que adquire…
13 de janeiro de 2021
Guia do Consumidor

O que é geração distribuída de energia elétrica?

O que é geração distribuída de energia elétrica? A geração distribuída é uma modalidade de geração de energia elétrica caracterizada pela proximidade dos geradores com os consumidores.  A geração distribuída é uma estratégia de geração descentralizada, que emprega geradores de pequeno porte e se contrapõe ao modelo tradicional de geração centralizada. O modelo centralizado de geração corresponde ao uso de grandes usinas (como hidrelétricas e termelétricas) distantes dos centros de consumo, o que requer o transporte da energia por linhas de transmissão de longa distância. Por outro lado, na geração distribuída existem pequenos geradores instalados próximo aos centros de consumo…
13 de janeiro de 2021
Guia do Consumidor

Como contratar uma empresa de energia solar

Você já deve ter ouvido falar que ter energia solar em casa é um bom negócio. Não estamos falando dos tradicionais sistemas de aquecimento de água, mas dos sistemas fotovoltaicos -- que permitem produzir energia elétrica a partir da luz solar. Sistemas fotovoltaicos para a geração de eletricidade já são uma realidade no Brasil e proporcionam economia na conta de luz para milhares de consumidores residenciais, comerciais e rurais. A instalação de um sistema fotovoltaico no telhado da sua residência ou da sua empresa é um processo rápido e relativamente simples, mas deve ser realizado com alguns cuidados e por…
13 de janeiro de 2021