Grupo automotivo irá fabricar motores híbridos e elétricos no Brasil

As tecnologias serão produzidas pela Stellantis em Betim (MG) e devem equipar os primeiros veículos entre 2024 e 2025
2 minuto(s) de leitura
26-06-21-canal-solar-Grupo automotivo irá fabricar motores híbridos e elétricos no Brasil
Estimativa do grupo automotivo Stellantis é que os primeiros veículos sejam equipados com motores híbridos entre 2024 e 2025

O grupo automotivo Stellantis anunciou que vai fabricar em Betim (MG) motores híbridos e elétricos. A informação foi confirmada pelo site especializado no segmento Autos Segredos. 

A empresa, que nasceu da fusão da Fiat Chrysler Automóveis e PSA Groupe (dona de Peugeot e Citroën), irá produzir no Polo Automotivo Fiat motores Firefly com tecnologias sustentáveis.

A estimativa do grupo é que os primeiros veículos sejam equipados com motores híbridos entre 2024 e 2025.

Na Europa, esse conjunto já está sendo implementado em carros da Stellantis. A Jeep, por exemplo, oferece o Renegade e o Compass híbridos plug-in, que utiliza o motor 1.3 turbo Firefly a gasolina com potência entre 130 e 180 cv, combinado a um motor elétrico, que fornece mais 60 cv. 

Ademais, ambos podem rodar até 50 quilômetros no modelo elétrico, e o recarregamento da bateria pode ser feito na tomada ou com o reaproveitamento da energia cinética de frenagens e desacelerações.

Stellantis irá lançar dois VEs em julho no Brasil

A Stellantis confirmou ainda que vai lançar dois VEs (veículos elétricos) no Brasil em julho: um deles é o Fiat 500e e o outro o Peugeot 208 e-GT.

O modelo da Fiat possui um motor de 118 cv, é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 9 segundos – podendo atingir 150 km/h – e conta com 320 km de autonomia.

Já o carro da Peugeot será equipado com um motor de 136 cv e torque de 26,5 kgfm, que permite acelerar de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos. A autonomia é de 340 km. 

De acordo com a Stellantis, outros carros eletrificados serão lançados no país até o ano que vem. Para isso, a marca anunciou parceria com a Enel X, que planeja investir na infraestrutura necessária para a recarga de híbridos plug-in e elétricos.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal