Grupo Danone e Iberdrola firmam parceria para construir usina solar

Por meio de um PPA, empresas anunciam projeto fotovoltaico de 590 MW de potência
05-02-2021-canal-solar-Grupo Danone e Iberdrola firmam parceria para construir usina solar

Seja no ramo de bebidas, como a cervejaria Ambev, ou na área tecnológica, como a Siemens, as empresas estão investindo continuamente em renováveis. 

Agora, chegou a vez do grupo alimentar francês Danone expandir cada vez mais seus horizontes sustentáveis. 

A empresa fechou um PPA (contrato de compra de energia) com a Iberdrola, que impulsionará a construção de uma usina fotovoltaica, de 590 MW de potência, na Europa.

Tal iniciativa permite que 100% da energia elétrica renovável, já utilizada em suas instalações e fábricas, provenha deste projeto solar, que recebeu o nome de Francisco Pizarro.

O acordo garantirá o fornecimento de eletricidade verde de longo prazo para todas as fábricas da Danone e seus mananciais na Espanha, situados nas Astúrias, Barcelona, Girona, Guadalajara, Granada, Madri e Valência, assim como para seus centros logísticos e escritórios. 

A parceria estabelece que a Iberdrola, a partir de abril de 2022, fornecerá energia limpa para os 29 pontos de abastecimento da Danone na Espanha durante 10 anos. O volume fornecido chegará a 73 GWh/ano. 

Segundo as companhias, a planta, com previsão para entrar em operação em 2022, evitará anualmente a emissão na atmosfera de mais de 245 mil toneladas de CO₂.

Ademais, a construção deste projeto prevê a criação de aproximadamente 1,2 mil empregos. Ao total, foram investidos 300 milhões (quase R$ 2 bilhões).

“Os PPAs permitem abrir muitas oportunidades para o desenvolvimento dos projetos renováveis que estão transformando o presente e o futuro energético da Espanha e contribuindo para a recuperação econômica”, explicou Ángeles Santamaría, CEO da Iberdrola Espanha. 

“Os contratos de compra e venda de energia de longo prazo proporcionam estabilidade aos investimentos e se tornaram uma excelente ferramenta para gerenciar o fornecimento elétrico de grandes consumidores, comprometidos com um consumo limpo e sustentável. Esses acordos demonstram a competitividade das energias renováveis e sua capacidade para fornecer energia a preços acessíveis e estáveis”, completou. 

Para Paolo Tafuri, diretor-geral da Danone Iberia, a saúde das pessoas e do planeta estão intimamente relacionadas e isso se reflete em sua visão de um mundo mais sustentável. “Queremos avançar rumo a uma nova forma de fazer negócios que considere não só a conta de resultados, mas também o impacto econômico e social de nossa atividade”, destacou

“Esta iniciativa nos ajudará a tornar realidade nossos ambiciosos compromissos ambientais, metas que fazem parte de nossa estratégia global e que afetam toda a nossa cadeia de valor”, concluiu.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal