Novembro 13, 2019

Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha

Apagão causou frustração na audiência pública da ANEEL

Publicidade: 

Nesta quinta-feira, 07/11, a audiência pública 040/2019 da ANEEL - Agência Nacional de Energia Elétrica - em Brasília foi suspensa temporariamente por falta de energia elétrica. Essa tragicomédia parece ser um retrato do setor elétrico brasileiro, que sofre há anos com a falta de planejamento e estruturação. Em casa de ferreiro o espeto é de pau? Não na ANEEL. Além de conduzir o setor elétrico para o caos e tentar promover o desmonte do mercado de energia solar fotovoltaica no país, a agência parece ser incapaz de garantir o abastecimento de energia elétrica de seus próprios eventos.

Evento foi o dia "D" do setor solar brasileiro,
apesar da falta de luz.  

O evento de hoje, que começou como um verdadeiro fiasco, foi o verdadeiro dia "D" do setor solar brasileiro. Capacetes amarelos originários de todas as partes do Brasil lotaram o pavilhão da audiência pública convocada pela ANEEL para promover discussões sobre as alterações propostas na Resolução Normativa (RN) 482. Caravanas de todos os estados do Brasil dirigiram-se a Brasília após várias semanas de campanhas difundidas nas redes sociais e promovidas pelas principais entidades do setor fotovoltaico, como a ABSOLAR - Associação Brasileira de Energia Solar - e a ABGD - Associação Brasileira de Geração Distribuída. 

A campanha, que ficou conhecida nas redes sociais como "movimento dos capacetes amarelos", conseguiu chamar a atenção de grande parte da sociedade brasileira que se interessa pelos benefícios sociais, econômicos e ambientais da energia solar fotovoltaica. O movimento tornou-se muito intenso nas últimas semanas, culminando com o "dia D" de hoje, e conseguiu atrair a atenção de políticos dos poderes legislativo e executivo, que prometeram dar atenção para a luta contra a tentativa da ANEEL de exterminar a geração distribuída de energia elétrica no Brasil, na qual predomina a fonte solar fotovoltaica.

Apagão frustra movimento em defesa da energia solar. Audiência pública 040/2019 da ANEEL fica sem luz.

Publicidade:




Antes que a audiência pudesse ter início, enquanto o pavilhão já se encontrava lotado por pessoas esperançosas pelo desenrolar da audiência, o evento foi repentinamente suspenso. Por volta do meio-dia e prologando-se até o início da tarde, uma pane de energia elétrica causou grande frustração em todos os participantes. Em uma situação que beira o ridículo, o movimento dos capacetes amarelos ficou confinado em um espaço apertado, sem luz e sem refrigeração. Seria essa uma tentativa da ANEEL de literalmente "abafar" o movimento? Seria de causar espanto se não estivéssemos no Brasil, o país da piada pronta.

Piada pronta: ANEEL deixou o movimento solar no escuro.
Audiência com mais de 800 participantes foi interrompida duas vezes por falta de energia elétrica.

Além da falta de energia elétrica, causou ainda mais espanto a nota divulgada no site da ANEEL sobre a ausência de contribuições para a audiência. Após intensa movimentação do setor solar em defesa da geração distribuída, nenhuma contribuição foi recebida pela agência? Mais uma piada! Além disso, naquilo que pode ser uma clara tentativa de sabotagem do movimento pela energia solar, a ANEEL não disponibilizou divulgação em tempo real para este evento, prática comum em todos os eventos da agência. Causa estranheza este ter sido o único evento da agência desprovido de transmissão ao vivo e online. 

Em nota divulgada no site da ANEEL, agência afirma não ter recebido contribuições da sociedade para a audiência pública. 


Atualização: 07/11 - 16:07 - A assessoria de imprensa da ANEEL entrou em contato com nossa diretoria e solicitou que uma informação sobre a realização do evento fosse acrescentada. Segundo a agência, a pane de energia elétrica foi temporária e apesar do transtorno o evento foi retomado a partir do início da tarde. A agência não se manifestou sobre os outros fatos apontados pelo Canal Solar: não recebimento de contribuições e ausência de transmissão ao vivo neste evento.


Atualização: 09/11 - 16:28 - Atendendo a alguns pedidos de leitores, alteramos o título da matéria para refletir a frustração causada pelo apagão, sem dar a entender (o que seria errôneo) que o evento foi frustrado. De fato, conforme noticiado no mesmo dia pelo Canal Solar em outra matéria, a audiência decorreu "normalmente" apesar das duas panes de energia elétrica que deixaram mais 800 pessoas no escuro durante quase 1 hora, somando as durações dos dois eventos. Leia mais aqui: Exército amarelo invade Brasília para defender a energia solar.


Publicidade:

 

Seja um parceiro do Canal Solar. Fale conosco:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

  

Rate this item
(1 Vote)
Last modified on Sábado, 09 Novembro 2019 16:34
Canal Solar

Redação do Canal Solar

© 2019 Canal Solar | Todos os direitos reservados | Reprodução proibida