22 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,80GW

Renovigi apresenta estação de recarga FV durante a Intersolar 2021

O Renovigi Smart Grid, projeto da “casa do futuro”, foi anunciado durante a feira e será comercializado a partir de 2022

Autor: 25 de outubro de 2021Intersolar 2021
Renovigi apresenta estação de recarga FV durante a Intersolar 2021

A Renovigi aproveitou a Intersolar deste ano para mostrar ao público as novidades de seu portfólio com ênfase para o sistema Reno Smart Grid – uma estação de recarga abastecida com energia solar e que integra os sistemas de carport, inversor, bateria e carregador.

Trata-se de uma solução com montagem 100% nacional e que contou com um protótipo no estande da Renovigi para que clientes e parceiros pudessem conhecer mais sobre a tecnologia. O produto foi desenvolvido em parceria com a Incharge.

O funcionamento da estação compreende, em média, 15 conjuntos de painéis solares. Por meio deles, toda a energia gerada é armazenada no banco de baterias, formado por módulos, acoplados a um inversor que, além de monitorar a energia produzida, alimenta os veículos elétricos por meio de um carregador.

“É uma solução que tem várias possibilidades de configuração dependendo do que o cliente quer, como, por exemplo, otimizar o uso da energia gerada no sistema. Se estiver sobrando energia [no sistema solar residencial], é possível repassar para o carro”, destacou Eduardo Pina, presidente da Incharge. 

Leia também: Confira 4 motivos que farão os VEs explodirem em vendas no Brasil.

Para Thiago Dávi, membro do conselho na Renovigi, a tecnologia representa um conceito que ele mesmo denomina como: a casa do futuro. “A energia solar é captada pelo carport e depois passa pelo inversor hibrido, que, por sua vez, pode jogar essa energia tanto para armazenamento quanto para a rede, a energia gerada também será usada para o carregamento do carro elétrico. Acreditamos muito que esse será o futuro das residências”, comentou ele. 

O equipamento estará disponível para comercialização a partir de 2022 em dois modelos: 7,7 KWp (monofásico) ou 22 KWp (trifásico). O tempo de recarga pode variar de 1 a 12 horas, dependendo da capacidade da bateria do veículo em questão. “É uma plataforma inteligente para mobilidade elétrica, que gerencia a energia solar gerada e consumida e que conversa com o sistema de monitoramento do inversor de cada consumidor”, explica Gustavo Müller Martins, presidente da empresa. 

Henrique Hein

Henrique Hein

Atuou como repórter no jornal Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Acompanha o setor de energia solar fotovoltaica, cobrindo as editorias de Mercado e Tendências; Negócios e Empresas; Cases e Bastidores da Política.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.