5 de julho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.09GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 11,3W

Setor imobiliário poderá incentivar geração de energia solar

Projeto de lei propõe tornar a instalação de painéis fotovoltaicos ainda mais acessível

Autor: 6 de setembro de 2021setembro 8th, 2021Brasil
Setor imobiliário poderá incentivar geração de energia solar

A energia solar está ganhando cada vez incentivos de diferentes segmentos. Instituições bancárias, por exemplo, estão ampliando linhas de créditos para financiar projetos renováveis. 

O Poder Executivo também não está de fora. A fim de apoiar o uso da fonte solar no estado do Maranhão, a Assembleia Legislativa aprovou no começo de agosto o PL 23/21, que dispõe o financiamento e aquisição facilitada de sistemas fotovoltaicos por servidores públicos

Agora, existe a possibilidade da tecnologia fotovoltaica ganhar também incentivo do financiamento imobiliário. Isso porque a legislação do SFH (Sistema Financeiro da Habitação) poderá incluir valores correspondentes a equipamentos de geração solar e sua instalação, até o limite de 10% do valor do imóvel adquirido. 

É o que estabelece o PL 2.015/2021, de autoria da senadora Kátia Abreu (PP-TO). De acordo com ela, o objetivo da proposta, que está em tramitação, é tornar a instalação de painéis fotovoltaicos ainda mais acessível, especialmente pelas famílias de baixa renda que hoje têm dificuldade para arcar com o investimento inicial elevado desses sistemas.

“A solar residencial já é uma realidade para usuários que desejam produzir eletricidade limpa e renovável. O sistema consegue suprir todo o consumo de energia do imóvel, gerando economia de até 95% na conta de luz e pagando-se o investimento em até 7 anos”, ressaltou.

Ao propor o texto, Kátia também destacou o imenso potencial do Brasil para geração a partir do sol. “No local menos ensolarado no país é possível gerar mais energia fotovoltaica que no local mais ensolarado da Alemanha, um dos líderes no uso dessa fonte”.

Outro ponto enfatizado pela senadora é a importância da solar frente aos efeitos da falta de chuvas sobre o custo da energia numa matriz predominantemente hidrelétrica.

Leia mais: Crise hídrica e alta na conta de luz impulsionam adesão dos brasileiros à energia solar

“A crise hídrica, que dura há alguns anos, faz com que a tarifa de energia elétrica sofra alterações em meses de estiagem. Os hábitos de consumo também estão sendo influenciados, fazendo com que as pessoas passem a procurar uma alternativa para fugir das altas tarifas”, concluiu.

Fonte: Agência Senado 

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.