Stäubli investe em P&D para garantir sistemas fotovoltaicos seguros

A Stäubli, fornecedora suíça de conectores elétricos para sistemas fotovoltaicos, tem investido em P&D (pesquisa e desenvolvimento) com o objetivo de aprimorar suas soluções para o setor solar e torná-las mais seguras.

A divisão de conectores elétricos do grupo suíço, que possui uma cooperação plurianual com o Laboratório de Sistemas Fotovoltaicos da BFH (Universidade de Ciências Aplicadas de Berna), é especialista em soluções de conexão elétrica ​​para muitos setores industriais.

“No laboratório fotovoltaico da BFH, além do monitoramento de longo prazo e dos testes de qualidade de sistemas e componentes fotovoltaicos, também analisamos as condições técnicas subjacentes para aumentar a segurança das instalações fotovoltaicas”, afirma o professor Urs Muntwyler, responsável pelo Departamento de Engenharia e Tecnologia da Informação da Universidade de Ciências Aplicadas de Berna.

“Nós apreciamos o Laboratório de Sistemas Fotovoltaicos da BFH e o professor Muntwyler como parceiros competentes quando se trata de avaliar, com base em conhecimentos técnicos científicos, as consequências de médio e longo prazo do cruzamento em sistemas fotovoltaicos para os clientes – seja em em relação ao LCOE [1] ou à segurança da planta”, destacou Matthias Schuerch, chefe de gerenciamento de produtos globais para energias alternativas na Stäubli.

“Com o BFH, a Stäubli tem um parceiro científico ao seu lado que apoia a compreensão holística e a interação de todos os fatores para sistemas fotovoltaicos seguros. Os insights obtidos serão incorporados em nossos projetos de desenvolvimento e no trabalho do comitê internacional”, acrescentou Schuerch.

Segundo Matthias Mack, diretor de Energias Alternativas Globais da Stäubli, acrescentou que  a parceria deve se estender. “Vemos esta cooperação de longo prazo com o BFH como mais um passo para tornar a jovem indústria fotovoltaica, mais segura a longo prazo, com produtos de qualidade e educação na área de aplicação ou instalação como uma contribuição para a descarbonização da indústria de energia”, afirmou Mack.

William Mass, responsável pelo desenvolvimento de negócios da Stäubli no Brasil, salientou a importância do investimento no país. “Essa parceria também produz resultados no Brasil, representando um benefício enorme pro segmento solar por meio da criação de soluções precisas e confiáveis, comprovando a altíssima eficiência e segurança dos sistemas fotovoltaicos que escolheram o conector MC4 original em solo brasileiro”, finalizou.

Atualmente, o conector PV MC4 da Stäubli possui mais de 330 GW de capacidade fotovoltaica instalada, quase 50% da capacidade fotovoltaica mundial.

Imagem de Redação do Canal Solar
Redação do Canal Solar
Texto produzido pelos jornalistas do Canal Solar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal