27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

BYD bate a marca de 1 milhão de veículos elétricos produzidos

A fabricante também lançou seu primeiro relatório de sustentabilidade no Brasil

Autor: 19 de maio de 2021março 3rd, 2022Veículos elétricos
BYD bate a marca de 1 milhão de veículos elétricos produzidos

A BYD alcançou um marco nesta quarta-feira (19). A empresa se tornou uma das primeiras montadoras automobilísticas a produzir um milhão de automóveis elétricos. 

O milionésimo veículo, um Han EV, saiu hoje da linha de produção da fábrica da BYD em Shenzhen, na China. O marco foi celebrado em uma cerimônia que contou com a presença de líderes de órgãos governamentais, associações industriais, parceiros e fornecedores da BYD.

Além do marco alcançado, a BYD anunciou que o primeiro lote de 100 BYD Tang, utilitários esportivos 100% elétricos, está pronto para entrega na Noruega. 

Ademais, a fabricante informou que 1,5 mil SUVs BYD Tang serão entregues na Noruega até o final do ano, sendo que a entrega dos primeiros cem automóveis para os clientes noruegueses está programada para o terceiro trimestre deste ano.

A BYD entrou no segmento de veículos elétricos em 2003. No ano seguinte, lançou seu carro-conceito 100% elétrico, o BYD ET, no Salão do Automóvel de Pequim.

Em 2008, a empresa anunciou seu primeiro veículo híbrido plug-in produzido em massa do mundo, o BYD F3DM. Então, em 2020, o BYD Han foi lançado com parâmetros de desempenho que estabeleceu 12 recordes mundiais e nove na China. O modelo continua líder de vendas no mercado de sedans médio a grande de luxo.

Relatório de sustentabilidade 

A fabricante de painéis fotovoltaicos e baterias encerrou o ano de 2020 com muitas conquistas no Brasil que foram divulgadas no primeiro Relatório de Sustentabilidade da empresa, divulgado nesta terça-feira (18).

O documento traz informações sobre gestão, desempenho e iniciativas globais da empresa relacionadas à sustentabilidade. Segundo a empresa, o relatório visa estreitar o relacionamento da companhia com seus clientes e prestar contas das ações, projetos e resultados alcançados em 2020.

“O relatório é um avanço nas estratégias de sustentabilidade da BYD Brasil, sendo uma ferramenta de gestão à medida que torna públicas as ações e compromissos da empresa com a sustentabilidade”, afirma Adalberto Maluf, diretor de marketing e sustentabilidade da BYD no Brasil. 

Segundo o documento, no ano passado a empresa abriu sua terceira fábrica no país com foco na produção de módulos de baterias de fosfato de ferro lítio para veículos elétricos.  

A empresa também foi responsável pela produção do primeiro chassi de ônibus articulado 100% elétrico do Brasil, e pela homologação do primeiro ônibus de fretamento elétrico em solo nacional. Além disso, a BYD assinou, junto ao Metrô de São Paulo, um contrato para o fornecimento dos trens da linha 17. 

“As operações da companhia em veículos elétricos, equipamentos logísticos elétricos e energia solar deixam de emitir no país mais de 256 mil toneladas de COշ por ano na atmosfera, o equivalente ao plantio de 1,8 milhão de árvores”, afirmou Tyler Li, presidente da BYD Brasil. 

Ainda de acordo com Tyler Li, a empresa se esforça para ajudar a sociedade a reduzir sua dependência das energias não renováveis, a fim de criar um mundo mais saudável e sustentável. 

O documento também registra a adesão da companhia ao PLVB (Programa de Logística Verde Brasil), e ao Pacto Global, uma iniciativa da ONU (Organização das Nações Unidas) que engaja o setor privado em ações alinhadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Confira a versão completa do Relatório de Sustentabilidade 2020 da BYD clicando aqui.

Giuliana Olivieri

Giuliana Olivieri

Atuou como produtora de programa de entrevista na Rádio Brasil Campinas, além de elaboração de reportagens diárias, edição de áudio e vídeo. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico, cobrindo a editoria de Mercado e Negócios. Graduanda em Jornalismo na PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.