26 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.99GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Hospital das Forças Armadas investe em carport solar de 5 MW

A usina trará uma economia mensal estimada de cerca de R$ 4 milhões por ano, com um payback de cinco anos e meio

Autor: 25 de março de 2022Brasil
Hospital das Forças Armadas investe em carport solar de 5 MW

O carport, com mais de 1,5 mil vagas, permitirá uma economia mensal estimada de aproximadamente R$ 335 mil

Com um investimento de R$ 20,7 milhões, o Hospital das Forças Armadas investiu na construção de um carport solar com potência de 5 MW.

Ao total, a usina conta com 9.176 painéis em uma área total de 25 mil metros quadrados. A planta possui tecnologia MLPE (Module-Level Power Electronics).

Quando concluído, o carport, com mais de 1,5 mil vagas, permitirá uma economia mensal estimada de aproximadamente R$ 335 mil ou R$ 4 milhões por ano, com um payback de cinco anos e meio.

A primeira etapa do projeto coincidiu com a celebração dos 50 anos do hospital. Nesta fase, foram instalados 1.850 painéis solares, número que representa 20% dos módulos que serão instalados em toda a obra.

Leia também

Carports em alta no mercado brasileiro de energia solar

Hospital Universitário da UFRJ ganha sistema fotovoltaico em fachada

“Foram três meses para a execução do projeto, dois meses para o protótipo e cinco meses para execução dessa primeira etapa. Já estamos com 40% da obra concluída e previsão de entrega para o mês de agosto”, conta Fábio Lamounier, CEO da Renova Engenharia, empresa responsável pela realização da construção.

Os kits fotovoltaicos utilizados na usina foram fornecidos pela Ecori Energia Solar. “Estamos muito animados em fazer parte da construção da maior usina com MLPE do Brasil. Um projeto de alta complexidade como este reforça que a tecnologia MLPE é a mais moderna e indicada para todos os tipos de uso. Além disso, o modelo de carport indica que é possível expandir o uso de energia solar fotovoltaica em larga escala em áreas comerciais e de serviços dentro das cidades”, afirma Leandro Martins, presidente da Ecori Energia Solar.

condições especiais maio

Particularidades do projeto

Lamounier conta que a construção de um carport é ainda mais complexa quando se trata de um hospital, local que requer cuidados redobrados. “Este projeto é desafiador. Precisamos adequar nossa necessidade à realidade local. Tudo isso com o agravante de ser uma área hospitalar, em que precisamos estar sempre vigilantes com as questões de desligamento de energia, uso de ferramentas sonoras, entre outros pontos que vamos descobrindo no dia a dia”, explica Fábio.,

Outra questão primordial na execução da usina é a segurança da estrutura para suportar esforços de tração como os ocasionados pelo vento. Para isso, os projetos de estrutura e fundação foram estudados até que os engenheiros chegassem ao melhor modelo de estrutura, com postes de apoio único na área central entre duas vagas de estacionamento, ao invés de postes duplos nas pontas de cada vaga.

Ou seja, com a estrutura apoiada em um ponto só, com inclinação de 12 graus e altura mínima de três metros e máxima de 5,2 metros. “Essa solução foi baseada em diversas análises e laudos periciais. Além disso, foi realizado um procedimento de tração, simulando o arrancamento pelo vento para verificar se o que foi projetado estaria dentro das condições propostas. Assim, o sistema suportou uma carga de tração até duas vezes superior ao que estaria previsto em projeto”, explica Fábio Lamounier.

Parceria ampliada com o Ministério da Defesa

Este é o segundo projeto de energia solar de alta complexidade realizado pelo Ministério da Defesa. O primeiro, inaugurado há um ano, foi a implantação de uma usina fotovoltaica com MLPE no telhado do próprio ministério, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

A usina, com potência instalada de 528 kWp, recebeu um investimento de R$ 2,4 milhões e conta com cerca de 1.600 painéis em uma área de 3.200 metros quadrados. A usina supre cerca de 35% da energia consumida, o que reduziu a conta de luz e ainda tornou o edifício mais sustentável. Todos os equipamentos de energia solar foram fornecidos pela Ecori e a comercialização, engenharia e instalação também ficaram a cargo da Renova Engenharia.

“Nossa presença em projetos como esses reforça nosso compromisso de levar a energia solar ao alcance de todos, seja em residências, edifícios públicos, indústrias, comércios e serviços. A energia solar fotovoltaica é uma fonte sustentável e boa para todos”, destaca Leandro Martins.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Um comentário

  • Alexandre Augusto Ceolin disse:

    Já entrei em contato com um escritório do Exército (sou militar) para que realmente acordem para a gratuidade e lucratividade da energia solar…….

    Forças Armadas gastam bilhões por ano em energia elétrica…. (chega de jogar fora pra concessionárias) elas já recebem a demanda contratada (já é o suficiente)

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.