27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.02GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

PM da capital paulista começa a usar veículos elétricos no patrulhamento

Expectativa é trocar parte da frota por modelos com zero emissão de carbono

Autor: 1 de setembro de 2021março 3rd, 2022Veículos elétricos
PM da capital paulista começa a usar veículos elétricos no patrulhamento

A Polícia Militar do estado de São Paulo (SP)  iniciou hoje (1), o período de 90 dias para a avaliação de desempenho com veículos elétricos dedicados ao trabalho policial.

Os carros utilizados nessa etapa de teste são dois do modelo Leaf, da fabricante automotiva Nissan, e um I5, da fabricante BYD. As três viaturas já estão à disposição do CPA/M-5 (Comando de Policiamento de Área Metropolitana), na zona oeste da capital. As fabricantes foram definidas por uma audiência civil pública. 

Os veículos serão utilizados no programa de ronda escolar e no atendimento de chamadas pelo 190 na área do 23º BPM/M (Batalhão de Polícia Militar Metropolitano). A região é a que concentra o maior número de pontos de recarga de carros elétricos na cidade.

O projeto visa avaliar a qualidade de operação dos carros, considerando suas características tecnológicas, como o tempo de recarga das baterias, a resposta na aceleração e o sistema de freios.

Também serão avaliadas algumas peculiaridades dos veículos, como baixo ruído e possível economia em manutenção, já que os veículos não possuem vários componentes mecânicos presentes nos modelos movidos à combustão. 

“Além de ser um veículo 100% movido a energia limpa, temos a expectativa de redução em custos de manutenção e também de equipar a Polícia Militar com alternativas de fontes de energia para suas viaturas”, afirma Carlos Henrique Lucena, tenente coronel responsável pelo projeto. 

Leia também: BYD lança novos modelos de automóveis com sistema híbrido

“Existem protocolos internacionais de redução na fabricação de modelos movidos à combustão e também estaremos preparados para eventuais crises no fornecimento de combustíveis fósseis”, completou.

As viaturas foram recebidas adesivadas e com equipamentos de navegação por GPS, sinais luminosos, sirenes e radiocomunicação instalados. Após os períodos de teste, o CMM (Centro de Motomecanização da Polícia Militar) irá produzir um relatório com os resultados da avaliação e todas as especificações técnicas necessárias aos processos licitatórios.

Se aprovado, o documento poderá ser utilizado em possíveis propostas de compra da PM e de demais órgãos públicos interessados em adquirir modelos elétricos. A expectativa é trocar parte da frota da PM, atualmente, de 20 mil veículos, por modelos com zero emissão de carbono. 

Giuliana Olivieri

Giuliana Olivieri

Atuou como produtora de programa de entrevista na Rádio Brasil Campinas, além de elaboração de reportagens diárias, edição de áudio e vídeo. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico, cobrindo a editoria de Mercado e Negócios. Graduanda em Jornalismo na PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.